Indústria de A a Z

Glossário com os principais temas, ações, programas e serviços da indústria brasileira. 

O que é indústria?

Indústria são empresas ou organizações que têm o objetivo de transformar matérias-primas em serviços e bens comercializáveis. A indústria surgiu com a revolução industrial na Inglaterra passando dos métodos de produção manuais para máquinas. Segundo a economia a indústria pode ser classificada em quatro setores: primário, secundário, terciário e quaternário.

As indústrias do setor primário estão envolvidas nas etapas iniciais do ciclo produtivo, como a extração de matérias-primas. O setor secundário por sua vez é composto por indústrias de processamento, fabricação e construção utilizando as matéria-prima extraída a partir do setor primário.  

O setor terciário é composto por indústrias de prestação de serviços, como varejistas, empresas de entretenimento e organizações financeiras.

Já o setor quaternário reúne indústrias da inovação que usam a informação e a tecnologia para melhorar processos e serviços, levando a melhorias para sociedade econômico.

O setor industrial brasileiro engloba uma série de atividades produtivas que impactam positivamente nos demais setores da economia como o comércio e o agronegócio. A indústria brasileira se organiza e 3 perfis setoriais: indústria extrativa, indústria da transformação e indústria da construção. Juntos esses perfis compreendem 33 setores da indústria brasileira.

 

A indústria no Brasil
 

O setor industrial brasileiro é um dos maiores geradores de empregos no Brasil e fortalece todo o setor produtivo. Pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) revela que o setor é responsável por empregar 9,7 milhões de brasileiros e responde por 20,4% dos empregos formais do país.

Os números revelam a importância da indústria para o Brasil. Apesar de representar 20,4% do PIB, a indústria responde por 69,2% das exportações brasileiras de bens e serviços, também por 69,2% do investimento empresarial em pesquisa e desenvolvimento, 33% das arrecadações de tributos federais (exceto receitas previdenciárias) e 31,2% da arrecadação previdenciária patronal.

O poder da indústria de gerar crescimento e impactar os demais setores da economia também pode ser comprovado pelos dados. A cada R$ 1,00 produzido pela indústria, são gerados R$ 2,43 na economia brasileira. Nos demais setores, o valor agregado é menor. Na agropecuária é de R$ 1,75 e no comércio e serviços é R$ 1,49.

Em termos de remuneração para o trabalhador, a indústria também se destaca. Enquanto os trabalhadores com ensino superior ganham, em média, R$ 5.887 no Brasil. Na indústria o valor é 31,7% maior, R$ 7.756. Situação semelhante ocorre entre os trabalhadores com ensino médio completo. A indústria paga R$ 2.434 na média para esse perfil de empregado um valor é 14,3% maior do que em outros seguimentos.

 


 

Confira abaixo os termos relacionados à letra que você pesquisou:

f
g
h
j
k