Educação profissional para além das escolas e faculdades do SENAI

Atualmente, o SENAI possui mais de 400 unidades móveis, que vão não só às instalações de empresas industriais que contratam os cursos, como também a comunidades nos mais distantes pontos do país, em que não há escolas fixas do SENAI.

Os cursos oferecidos nas unidades móveis são, prioritariamente, de curta duração, de 40 a 160 horas, para áreas como panificação, confecção, soldagem, usinagem CNC, automação, mineração, construção civil e nanotecnologia. Os programas são desenhados para atender às demandas de cada empresa ou comunidade.

Tipos de unidades móveis

Carretas


São semirreboques, que vão até as empresas ou comunidades distantes acopladas em caminhões. Ficam estacionada durante o período médio de dois meses em cada local. Podem atender até 18 alunos ao mesmo tempo.

Em alguns casos, todas as atividades são realizadas dentro do semirreboque; em outros, as salas podem ser montadas ao lado da carreta, que funciona apenas como laboratório ou oficina.

Barco-escola


Atendem exclusivamente a região Norte do país. O barco-escola Samaúma I, em atividade desde 1979, leva educação profissional às comunidades ribeirinhas da bacia do Rio Amazonas. Atende de três a quatro municípios por ano, de segunda a sexta, pela manhã e à tarde.

O barco abriga oficinas de marcenaria, confeitaria, panificação, informática e mecânica. Também são oferecidos outros cursos fora do convés, como corte e costura, educação ambiental e elétrica.

A partir de 2014, o SENAI passou a contar com o Samaúma II, que oferece 18 cursos em áreas como mecânica, confecção, panificação, segurança do trabalho e construção civil. Com capacidade para atender 3 mil alunos por ano, ele possui quatro salas de aulas e sete laboratórios.

Para contratar as unidades móveis do SENAI para realizarem cursos em sua empresa, entre em contato com nosso interlocutor em seu estado ou DF:

Veja também