Indicadores de competitividade-custo

A publicação Indicadores de competitividade-custo permite acompanhar a evolução da competitividade da indústria brasileira em relação à de seus principais parceiros comerciais, tendo como base o custo unitário do trabalho (CUT), um indicador de competitividade-custo. Com periodicidade anual, a publicação apresenta o custo unitário do trabalho relativo (CUT relativo), que compara a evolução entre o CUT de dois países, no caso, Brasil e cada um de seus principais parceiros comerciais, e uma medida mais geral, o custo unitário do trabalho efetivo (CUT efetivo). O CUT efetivo compara o CUT do Brasil com a média do CUT de seus principais parceiros comerciais.

?

Custo na indústria cai e país ganha competitividade

Em 2018, o custo unitário do trabalho (CUT) na indústria brasileira caiu 9,5%, na comparação com o CUT médio nos principais parceiros comerciais do país, segundo o indicador custo unitário do trabalho efetivo (CUT efetivo), medido em dólar real. A queda apresentada pelo indicador, em 2018, mais que compensou a perda de competitividade registrada pelo Brasil, entre 2015 e 2017, período em que o CUT efetivo aumentou 9,0%.

14/10/2019

Faça o download da última edição na íntegra:

Informações Adicionais

Série Recente

Setembro/2019

English Ver.

October/2019

Edições anteriores

Agosto/2018

Seu e-mail:
Digite seu e-mail para
receber novidades

Pesquisas Relacionadas