logo-atuacao-internacional-uninter-cni-sesi-senai-iel-sistema_industria198x54 (1).png
brasil-mini.png
bandeira-do-reino-unido.png

NOTÍCIAS

27 de Junho de 2018 às 11:26

Alunos do Senai criam equipamentos para facilitar vida do trabalhador na indústria

Sem título.png

Um aparelho concebido para analisar e verificar a pressão e a qualidade do material utilizado para fabricar garrafas pet; um elevador móvel para facilitar o manuseio das bobinas empacotadoras e um tombador de garrafas pet, uma espécie de caçamba para levar este material de um local para outro da fábrica ou para carregar os caminhões de distribuição.

Os três novos equipamentos são resultados práticos de dois anos de estudos, pesquisas e experimentos pelos integrantes do curso técnico em eletromecânica que o Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) realizou em parceria com a Universidade de Ulm (Alemanha), sob encomenda para a indústria de refrigerantes Dydyo. Do total de 25 alunos do curso, 19 são funcionárias da Dydyo e seis são pessoas da comunidade do entorno.

Palavras como orgulho, dedicação e superação deram a tônica dos discursos proferidos na solenidade de formatura. O evento aconteceu sábado, 27, no auditório da Indústria de Refrigerantes Dydyo, em Porto Velho. O curso nasceu do aporte metodológico da Universidade de Ulm, na Alemanha, que mantém uma parceria de quatro anos com o Sistema Fiero, por meio do Senai-RO.

O presidente da Fiero, Marcelo Thomé, lembrou que o projeto nasceu da parceria com a Universidade de Ulm. “Por meio do sistema dual que importamos da Alemanha e a parceria do Senai Rondônia com a Dydyo, fechamos o ciclo da primeira turma do curso técnico em eletromecânica. Precisamos nos apropriar mais da riqueza deste modelo de ensino, que parte teórica é realizada na escola do Senai e, a parte prática, no chão da fábrica. Esta é uma forma extraordinária de formar profissionais absolutamente preparados para atender as demandas da indústria. Quem ganha com isso é a indústria de Rondônia, que afere competitividade e, principalmente, produtividade, porque pode, a partir de um curso técnico, resolver problemas reais”, garantiu.

Thomé exaltou o investimento da Câmara de Ulm no Senai-RO para esta formação. “É gratificante ver o trabalho de vocês e o poder que a educação tem de transformar vidas e de ajudar a indústria a gerar produtividade, e ganho de competitividade. Isto dá sentido a tudo que fazemos na Fiero, Senai e todas as entidades do Sistema Indústria”, exultou.

Para a diretora Industrial da Dydyo, Maíra Martini, além da qualidade da formação, o curso possibilitou aos alunos trazer melhorias para a empresa, no sentido da produtividade e da qualidade de vida dos colaboradores. “Esta parceria com o Senai é um sucesso e esta formatura é um dos pontos altos desta parceria que entrega profissionais técnicos altamente capacitados. O Senai é uma referência de ensino profissionalizante. Isso para nós tem peso e é muito importante que Rondônia saiba, que o Brasil saiba”, comentou.

O representante da Câmara de Ulm, professor doutor Volkmar Schuler, disse que gostou muito dos projetos, e dedicou o mérito aos coordenadores, professores e alunos que se empenharam. “Ao criarem projetos para equipamentos que a indústria precisa, demonstram que eles estão bem preparados. Este é o nosso sistema dual, metade do tempo na empresa e outra metade na escola”, comentou.

O superintendente do Sesi-IEL e diretor regional do Senai-RO, Valério Duarte falou que a certificação de 25 novos profissionais confirma os excelentes resultados da formação de um curso técnico do Senai Rondônia. “Eles apresentaram nos três excelentes projetos, aquilo que aprenderam somando teoria e prática, e o resultado é que cada um vai contribuir para a produtividade da empresa. A parceria com o professor Schuler e a parceria Alemanha-Brasil que contribui para sermos um país mais desenvolvido e competente”, realçou.

O formando Uesclei Costa da Conceição, funcionário da Dydyohá três anos, se emocionou ao agradecer pela oportunidade de se profissionalizar e sua expectativa de crescer profissionalmente e continuar a parceria com a Dydyo. Ele conta que os projetos se tornaram as “meninas dos olhos” da empresa, pois vão colaborar para o aumento da produção. “A diretoria está animada e contamos com todo apoio na realização dos projetos” disse.

Iraci Fernandes Gurgel, a única mulher entre os 25 formandos, conta que foi uma longa jornada, muitos desafios, e que se sente gratificada por concluir o curso junto com os demais colegas. “Gostei muito de desenvolver projetos, de alcançar um objetivo e pretendo dar continuidade aos estudos e me aperfeiçoar e crescer ainda mais na empresa onde trabalho há cinco anos”, falou.

O formando Jefferson Moreira dos Santos, orador da turma, agradeceu ao Senai, a Dydyo, aos instrutores, ao professor Schuler e aos familiares pelo apoio e confiança. “Graças a esta oportunidade, aprendemos e ensinamos, trabalhamos em equipe, formulamos novos conceitos, chegamos vitoriosos ao fim da jornada na qual aprendemos valores que jamais esqueceremos”, falou.

Antes da formatura houve a demonstração in loco dos projetos idealizados pelos alunos com o objetivo de trazer benefícios inovadores para a empresa. Na sequência, a entrega dos certificados aos formandos, seguido de um coquetel oferecido pela empresa.

Presentes ao evento, o diretor técnico Sesi-Senai-IEL-RO, Ademir Vicente da Silva, o gerente e a coordenadora de Educação da escola Senai Cetem, Gideoni Oliveira e Maria do Carmo Góis; o assessor de Projeto e Alianças Estratégicas, Dionísio João Parise, professores do Senai e diretoria da Dydyo.