insights

Tecnologia educacional

Este Insight apresenta aos profissionais de planejamento e gestores da área de educação eventos emergentes e questões para reflexão sobre tecnologias educacionais para os próximos 10 anos.


Os eventos emergentes ainda estão no início, mas possuem considerável potencial de crescimento e desdobramento até 2030, enquanto as questões para reflexões são hipóteses ainda sem confirmação.


Essas informações diminuem incertezas dos tomadores de decisão na hora de desenvolver ações estratégicas de médio e longo prazo em sua suas instituições de ensino. O Insight foi elaborado a partir de levantamento bibliográfico e consulta a 31 especialistas na área educacional.

Eventos emergentes em até 10 anos

1

Ampliação dos ecossistemas educacionais que vão potencializar o aprendizado ininterrupto “aqui e agora”.

2

Crescimento da robótica educacional, do ensino de programação e da gamificação.

3

Uso de tutores inteligentes e Chatbots no processo de ensino-aprendizagem.

4

Utilização de tecnologias virtuais, como laboratórios remotos, simuladores digitais e ambientes virtuais interativos que permitem reunir estudantes de outras partes do mundo.

5

Diluição do conceito de turmas e ascensão dos squads na Educação, nos quais os estudantes se organizam em pequenos grupos multidisciplinares com objetivos específicos.

6

Incorporação do pensamento computacional, da programação e de outras competências gerais das TICS no currículo escolar.

7

Incorporação de Kit didático virtual aos materiais didáticos tradicionais.

8

Incorporação de tecnologias emergentes na sala de aula, como a realidade virtual e aumentada, para criar métodos de ensino mais inovadores.

9

Utilização de hologramas para organizar equipes para solução de problemas, promovendo maior interação e desenvolvimento das habilidades de cada estudante envolvido.

10

Incorporação de novos atores à educação, por exemplo, startups propondo novas soluções tecnológicas na educação.

Eventos emergentes em até 10 anos

1

O uso de novas tecnologias vai impulsionar a utilização de metodologias ativas, favorecedoras do protagonismo do estudante nos processos educacionais brasileiros até 2030?

2

Já teremos conseguido, em 10 anos, digitalizar todo o processo de ensino e gestão educacional, fazendo com que, mesmo, em ambientes presenciais, a tecnologia esteja envolvida?

3

Será que o uso da tecnologia no processo de ensino e gestão vai melhorar a qualidade educacional até 2030?

4

Será possível implementar, até 2030, espaços pedagógicos diferenciados, capazes de otimizar a utilização das novas tecnologias educacionais?

5

Até 2030, os estudantes vão desenvolver maior autodidatismo no processo de aprendizagem de forma a permitir a substituição total do docente por tutores inteligentes e Chatbots?

6

Os alunos poderão, até 2030, customizar seu próprio percurso de formação, personalizando o processo de aprendizagem?

7

Até 2030, todos os processos de formações inicial e continuada vão favorecer o desenvolvimento de competências que preparem os professores para atuar de forma mais efetiva com as tecnologias educacionais?

8

Em uma educação mais digitalizada, o sistema educacional brasileiro conseguirá garantir, até 2030, a segurança das informações?

9

Em decorrência da deficiência da educação básica, teremos um quantitativo de trabalhadores até 2030 que conseguirão se desenvolver para atuar nas novas formas de trabalho impactadas pelas mudanças tecnológicas?

10

Até 2030, as escolas atuarão por modelos híbridos utilizando plataformas virtuais, cuja importância provocará reorganização dos tempos e espaços escolares?

11

Até 2030 as novas tecnologias vão favorecer a integração das habilidades socioemocionais no processo educativo, capacitando os estudantes para serem cidadãos e trabalhadores mais preparados para o amanhã?

12

Até 2030, a educação vai avançar além da alfabetização e inclusão digital e assumir o compromisso de ajudar os alunos a terem uma relação ética e saudável com a tecnologia, explorando com segurança o mundo digital?

contato

Para mais informações a respeito do observatório,
entre em contato:

(061) 3317-9802
[email protected]