Vídeo

30 finalistas da 7ª edição do Prêmio Indústria Nacional Marcantonio Vilaça
SESI 180 VISUALIZAÇÕES | 03:21

04/04/2019

A 7º edição do Prêmio Indústria Nacional Marcantonio Vilaça para as Artes Plásticas anunciou, em 4 de abril, 30 artistas finalistas, selecionados entre 688 inscritos de 24 estados e o Distrito Federal. Para comemorar os 15 anos de prêmio, a 7ª edição selecionou 30 finalistas, em vez de 20 como nas edições anteriores. O objetivo é acompanhar a efervescente produção contemporânea brasileira brasileira. Pela primeira vez, todas as regiões brasileiras estão representadas entre os relecionados, e o número de mulheres e homens é igual entre os artistas. Fizeram parte do júri os críticos Ana Avelar, Clarissa Diniz, Gabriela Motta, Josué Mattos, Marcus de Lontra Costa e os artistas Bernardo Mosqueira e Rochelle Costi. Em setembro, os 30 finalistas participam de uma exposição coletiva no Museu de Arte Brasileira (MAB - FAAP), em São Paulo. Na cerimônia de abertura, serão conhecidos os cinco vencedores. Os premiados recebem cada um uma bolsa de R$ 50 mil. Eles também serão acompanhamentos por um curador para realização de novos trabalhos, que vão percorrer, em mostra itinerante, cinco cidades brasileiras. Conheça os 30 artistas selecionados na 7º edição do Prêmio Indústria Nacional Marcantonio Vilaça para as Artes Plásticas: Alan Adi (Sergipe); Aline Motta (Rio de Janeiro); Ana Hupe (Rio de Janeiro); Ana Mazzei (São Paulo); Ana Teixeira (São Paulo); Anna Costa e Silva (Rio de Janeiro); Clara Ianni (São Paulo); Dalton Paula (Goiás); Dora Longo Bahia (São Paulo); Eduardo Frota (São Paulo); Fabrício Lopez (São Paulo); Guto Lacaz (São Paulo); Haesbaert (Rio Grande do Sul); Isabela Prado (Minas Gerais); Ismael Monticelli (Rio Grande do Sul); João Modé (Rio de Janeiro); Juliana Notari (Pernambuco); Letícia Ramos (Rio Grande do Sul); Lívia Flores (Rio de Janeiro); Mônica Nador (São Paulo); Nydia Negromonte (Minas Gerais); Osvaldo Carvalho (Rio de Janeiro); Pedro França (São Paulo); Pedro Marighella (Bahia); Rafael Bqueer (Pará); Raquel Nava (Distrito Federal); Rodrigo Bueno (Ceará); Ueliton Santana (Acre); Vitor Cesar (Ceará); Vivian Caccuri (São Paulo).