Bases metodológicas

 

A Metodologia SENAI de Educação Profissional tem três pilares baseados em princípios como interdisciplinaridade, contextualização e integração de teoria e prática:

 

 

perfil_profissional-08.png

Perfil profissional

Competências gerais e específicas para uma ocupação, ou seja, as atividades que devem ser realizadas para o bom desempenho de uma profissão

 

desenho_curricular-10.png

Currículo do curso

Tradução da demanda do mercado para uma linguagem educacional, levando os cursos a estarem alinhados com a necessidade da indústria 

 

norteador-01.png

Norteador de práticas pedagógicas

Orientações para que os docentes integrem teoria e prática, desenvolvendo a aprendizagem a partir da solução de desafios da sociedade e da indústria

 

A Metodologia SENAI de Educação Profissional tem como foco o desenvolvimento de competências, para que os alunos se tornem capazes de somar conhecimentos e habilidades para desempenhar funções com qualidade.

Os profissionais formados pelo SENAI estão prontos para entrar no mercado de trabalho e responder às demandas de uma indústria focada em produtividade, competitividade e inovação.

A incorporação de novas tecnologias nas empresas e o surgimento de novas formas de produção e relações sociais exigem um novo perfil profissional.

Nesse contexto, apenas saber fazer não é mais o suficiente, é preciso refletir sobre os conhecimentos adquiridos, integrá-los e criar novos quando houver desafios.

Por meio da metodologia do SENAI, o profissional não só reproduz técnicas aprendidas em manuais, mas é apto a planejar, tomar decisões e realizar atividades com autonomia.

O docente atua como mediador do processo de ensino, ao planejar atividades desafiadoras para o desenvolvevimento de capacidades profissionais e incentivar o pensamento crítico e a inovação.

 

Para ter cada vez mais qualidade nos cursos em todo o território nacional, o SENAI elabora seus próprios livros didáticos, utiliza tecnologias para auxiliar no aprendizado, capacita seus docentes e mantém programas de fomento à inovação nas escolas e faculdades. Saiba mais detalhes sobre cada uma dessas iniciativas: 

Itinerários formativos

O Itinerário Nacional de Educação Profissional é formado pelos principais perfis profissionais da indústria e os currículos dos cursos que vão desenvolver nos alunos as competências necessárias para exercer esses perfis. Esse documento padroniza a oferta dos principais cursos do SENAI para todos os estados e o DF. Atualmente, o itinerário abrange:

37

áreas tecnológicas

349

cursos

98%

dos cursos técnicos

75%

dos cursos de qualificação

Esse método de organização dos currículos permite que os estudantes planejem sua carreira desde a formação inicial, passando pelo curso técnico até o superior de tecnologia (tecnólogo). Ao longo do curso, o aluno adquire certificações intermediárias, à medida que finaliza as unidades curriculares. Isso aumenta as chances de ele conseguir um emprego, mesmo antes de receber o diploma final.

A padronização dos currículos também permite a mobilidade dos estudantes entre escolas do SENAI. Para que sempre esteja mantida a qualidade e atualização do perfil profissional, o Itinerário Nacional passa por revisão e ampliação anualmente.

Livros didáticos

Com o objetivo de desenvolver livros didáticos com alto padrão de qualidade e padronizados para todas as escolas do SENAI do Brasil, criou-se o projeto Livros Didáticos Nacionais. A padronização permite que os livros sejam aplicados tanto em cursos presenciais quanto nos cursos a distância, servindo como referencial técnico não só aos alunos, como também a docentes e equipe técnico-pedagógica.

O SENAI desenvolve livros didáticos para cursos técnicos e de qualificação de diversas áreas tecnológicas. Vários deles têm sua versão adequada a pessoas com deficiência visual, auditiva, intelectual ou física. Além do formato impresso, existem livros em versão digital, que estão disponíveis na Estante de Livros Digitais do SENAI, para acesso de alunos e docentes.

Faça o download do aplicativo para celulares e tablets:


CNI-Sustentabilidade.png       Google-Play-menor.png

Tecnologias educacionais

Estimulo à inovação

O Desafio SENAI de Projetos Integradores é um projeto desenvolvido nas escolas e faculdades para estimular alunos de cursos técnicos a criarem soluções inovadoras para os problemas reais da indústria brasileira. Os projetos fazem parte das situações de aprendizagem trabalhadas em sala de aula, e os docentes atuam como orientadores dos estudantes.

Na fase regional do programa, os alunos de cada unidade do SENAI formam equipes de dois a quatro integrantes envolvendo, no mínimo, dois cursos técnicos. Os grupos devem elaborar projeto, protótipo, Canvas Busines Model e apresentação no formato pitch.

As melhores ideias de cada estado disputam a etapa nacional, em que são premiadas duas soluções para cada desafio. Por meio do programa, os alunos desenvolvem a capacidade de trabalhar em grupo; propor ações inovadoras; pensar de forma empreendedora, e adquirir competências cada dia mais requeridas no mercado de trabalho.

Capacitação docente

Para o SENAI, manter os docentes e instrutores sempre preparados é uma condição para a oferta de formação profissional que atenda às demandas da indústria e da sociedade. A busca pela qualificação constante dos docentes é um dos fatores que levam o SENAI a ser reconhecido como uma das melhores instituições de educação técnica e profissional do mundo. 

Por isso, criou-se o Programa de Capacitação Docente (PSCD), com foco na atualização tecnológica e na capacitação pedagógica, que permite o contínuo e articulado aproveitamento de estudos e de experiências

Os cursos de formação dos docentes do SENAI seguem as diretrizes do Iinerário Nacional de Capacitação Docente, em que é estruturado em cinco grandes eixos:

Eixo Introdutório

Introdução à Docência no SENAI
Fundamentação da Prática Docente
Tecnologias da Informação e da Comunicação e Tecnológica aplicadas à EP

 

Eixo de Aperfeiçoamento

Curso Planejamento dos Processos de Ensino e Aprendizagem
Curso Desenvolvimento dos Processos de Ensino e Aprendizagem
Curso Avaliação Processual e Mediadora


 

Eixo de Educação Superior

Pós-Graduação em Docência na Educação Profissional e Tecnológica

 

Eixo de Ofertas Complementares

Diferentes cursos e oficinas de curta duração, visando a atender questões pontuais da educação profissional e tecnológica, bem como a desen­volver práticas e conhecimentos complementares ao exercício da docência.

 

Eixo de Atualização Tecnológica

Mais de 50 cursos de atualização alinhados às áreas tecnológicas dos itinerários nacionais de educação profissional, envolvendo um conjunto de temas com foco na inovação.

 

Sobre educação profissional