IEL

Prêmio de Estágio

O Prêmio

 

 

A- A A+

 

 

Conheça os vencedores da edição 2016 do Prêmio IEL de Estágio:
 

Estagiário destaque
 

Carla-Naiane-Vencedora-Prmio-IEL-Estgio-2016.jpg Carla Naiane Pires da Silva (RN), 1º lugar
Estagiária na NETZSCH do Brasil (empresa de bombas alemã) e estudante de engenharia mecânica na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)
 

Qual a importância do estágio para a sua carreira?
Inicialmente, eu tinha apenas o sentimento acadêmico, de estudar e pesquisar. Agora, como estagiária, eu vi como é o mercado de trabalho, como funciona a empresa por dentro e estou sabendo aplicar o meu conhecimento para ajudar a empresa e, consequentemente, o Brasil a prosperar.

O Prêmio IEL de Estágio é um incentivo para a sua carreira? Você indica o prêmio para outras pessoas?
Com certeza, indico para outras pessoas. Nunca pensei que eu chegaria a ganhar o prêmio, mas estou aqui representando o Rio Grande do Norte. Estou muito feliz. Meus colegas todos estão sabendo e ficaram bem inspirados. Indico muito o prêmio para as pessoas.


Empresa destaque - micro e pequena empresa
 

Prmio-Iel-Estgio-2016-Micro-Pequena-Empresa-Rio-Deserto.jpg Alice Constantino Joaquim
Analista de RH das Empresas Rio Deserto, Criciúma (SC), 1º lugar
 

Qual a importância do Prêmio IEL de Estágio para a empresa Rio Deserto?
Para a empresa, é um marco ganhar em primeiro lugar. Desde 2012, a gente vem participando da etapa estadual e, em 2016, participamos pela primeira vez do nacional. Hoje, a empresa investe seriamente nesse programa de estágio e vem, ao longo dos anos, se capacitando e aperfeiçoando suas práticas de estágio.

Qual a importância do estagiário para a empresa?
O estagiário hoje não é visto somente como alguém que vai aplicar a teoria à prática. Fazemos com que ele aprenda no dia a dia da empresa e também se aperfeiçoe nos campos cultural, de comportamento, científico e tecnológico que a empresa proporciona a ele. O objetivo é que o estagiário possa sair mais preparado para o mercado de trabalho ou também para que a gente possa aproveitar esse profissional dentro da empresa. O nosso histórico é de aproveitar esses estagiários, de desenvolvê-los, treinando e capacitando, para justamente serem novos contratados da empresa. Esse é o nosso objetivo principal.
 

Empresa destaque - média empresa
 

Prmio-Iel-Estgio-2016-Mdia-Empresa-DOT-Digitais-Group.jpg Ana Paula Baseggio Lehmkuhl
Gerente de desenvolvimento humano e organizacional da empresa DOT Digitais Group, Florianópolis (SC), 1º lugar
 

Como a empresa tem trabalhado para desenvolver o estagiário?
A gente tem um programa de estágio bem consolidado, que foca no desenvolvimento dos estagiários. Temos todo um trabalho com games e também trabalhamos bastante a inovação. Todos os estagiários contribuem com metas da empresa. Para nós, vencer o Prêmio IEL de Estágio é um orgulho e uma grande alegria, porque é mais uma confirmação de que o nosso programa de estágio visa o desenvolvimento dos estagiários, dos colaboradores e de todos, uma vez que os estagiários também contribuem com os resultados da empresa. O frescor da universidade realmente oxigena a nossa empresa.

Como o estagiário pode contribuir para levar a inovação para dentro da empresa?
Todos os estagiários têm horas específicas para desenvolver um projeto com supervisão. Esse projeto também está totalmente atrelado às metas do planejamento estratégico da empresa. Então, eles observam melhorias que podem propor em determinadas áreas, não só naquelas em que eles fazem estágio. E, a partir daí, eles desenvolvem um projeto – têm horas específicas para isso, todo um acompanhamento, verba de capacitação, além de uma bolsa bem diferenciada em relação ao mercado.
 

Empresa destaque - grande empresa
 

Prmio-Iel-Estgio-2016-Grande-Empresa-Amndias-do-Brasil.jpg Sandra Oliveira
Gestora de Recursos Humanos da empresa da Amêndias do Brasil, Fortaleza (CE), 1º lugar
 

Como a empresa trabalha o desenvolvimento do estagiário?
Antes de oferecer uma vaga para estágio, temos a preocupação de saber se existe uma vaga para efetivação. O grande diferencial da empresa é que buscamos o estagiário e o desenvolvemos para que ele seja um profissional efetivado da empresa.
 
Como o estagiário pode contribuir para a inovação e o crescimento da empresa?
Ele tem que aplicar todo o conhecimento teórico e trazer esse aprendizado para dentro da empresa. Tem que ser uma pessoa com cabeça aberta, voltada para inovação, que goste de participar e, principalmente, de aprender.

O Prêmio IEL de Estágio é um incentivo para a excelência no estágio?
Sim. A Amêndoas, desde 2012, figura entre as empresas que dão essa importância para o estágio. O prêmio é importante tanto para o estagiário quanto para a empresa.
 

Instituição de ensino superior
 

Prmio-Iel-Estgio-2016-Instituio-Ensino-Superior-FAESA.jpg Marciane Jahring
Supervisora de estágio da FAESA, Vitória (ES), 1º lugar
 

Qual a sensação de ser a grande vencedora do Prêmio IEL de Estágio?
Estar em primeiro lugar no prêmio nacional como faculdade destaque significa exatamente o reconhecimento de todo o esforço. É saber que você está fazendo o certo e que o certo foi reconhecido. Isso é muito bom. É uma emoção muito grande, porque muitos têm medo de fazer o certo, de fazer realmente estágio. E a FAESA não tem medo disso. É com muito orgulho que estou aqui. Estágio está na minha alma, na minha veia, estágio é minha vida. Eu acredito realmente no estágio. Vale a pena acreditar nessa atividade. O estágio muda a vida do aluno, da empresa, a instituição de ensino.

A FAESA incentiva o estudante a fazer estágio desde o momento inicial do curso?
A FAESA criou há 16 anos um setor chamado núcleo de estágio e emprego, com o objetivo único de aproximar o aluno do mercado de trabalho, auxiliar o aluno nessa sua jornada em busca de oportunidade no mercado. A FAESA acredita que o profissional que hoje está fazendo sucesso é porque ele ontem foi um estagiário que teve a oportunidade de aprender. A FAESA acredita que o estágio existe para que você realmente pratique os seus conhecimentos teóricos, claro, sob supervisão adequada e um local adequado, e sempre muito bem monitorado por uma instituição de ensino que realmente reconheça e apoie o estágio.