www.cni.org.br

http://cni.org.br/noticias/123465978

Mapa 2013-2022: Financiamento



FINANCIAMENTO

iconeO ritmo de crescimento de uma economia e a competitividade da indústria dependem da disponibilidade de recursos para investimento e da capacidade do sistema financeiro de intermediá-los a baixo custo e de forma ampla. Recursos insuficientes, a custos elevados ou com prazos inadequados, frustram projetos de investimento.

Por isso, uma das metas apontadas pelo Mapa Estratégico da Indústria 2013-2022 é ampliar a capacidade de investimento das empresas. A proposta é aumentar a participação de recursos de terceiros no financiamento do investimento das indústrias de 34%, em 2012, para 44%, em 2017, e para 50%, em 2022. Ou seja, em 2022, metade dos recursos destinados ao investimento das empresas industriais deverá ser proveniente de terceiros.



Para isso, é preciso ampliar o volume de financiamento bancário de longo prazo para investimento, reduzir a taxa de juros para pessoas jurídicas, expandir o mercado de renda fixa corporativa, desenvolver o mercado de ações e ampliar o financiamento para as micro, pequenas e médias empresas.

As empresas brasileiras ainda enfrentam dificuldades para financiar suas atividades produtivas em função do difícil acesso e dos custos e prazos dos financiamentos. Dados do Doing Business 2013 do Banco Mundial colocam o Brasil na 104ª posição no item obtenção de crédito, posição inferior à média da América Latina e Caribe (87ª posição) e sete posições abaixo da registrada pelo país no ano anterior. O Global Competitiveness Report 2012-2013 classifica o Brasil na 46ª posição no pilar desenvolvimento do mercado financeiro e, no que diz respeito ao acesso a serviços financeiros, o Brasil ocupa a 62ª posição.


Visao2022Até 2022, a maior facilidade na concessão de crédito, aliada a menores custos, possibilitados por maior concorrência bancária e spreads mais baixos, aumentará a participação de terceiros no financiamento dos investimentos das empresas industriais de todos os portes. Com um mercado de capitais bastante desenvolvido, no qual interagem grande quantidade e diversidade de instituições, ampliar-se-á o financiamento de longo prazo no país e se reduzirá a dependência a bancos públicos.

SAIBA MAIS
Conheça as propostas da CNI para facilitar o financiamento às empresas: