http://portaldaindustria.com.br/agenciacni/

Notícias

16 Dez 2016

Queda na produção industrial em novembro foi menor que no mesmo mês de anos anteriores

Sondagem Industrial mostra ainda que a indústria operou, em média, com 66% da capacidade instalada no mês passado, o mesmo percentual de novembro de 2015

A produção industrial teve uma queda menos intensa em novembro. O índice de produção foi de 45,8 pontos, em outubro, para 47 pontos no mês passado. O indicador também foi mais elevado do que os de novembro de 2015 e 2014, o que sinaliza recuo na produção menor do que no mesmo mês dos anos anteriores. As informações são da Sondagem Industrial divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) nesta sexta-feira (16). Os indicadores da pesquisa variam de zero a cem. Quando estão abaixo de 50 indicam queda na produção.

O fraco desempenho do setor se reflete também na uso da capacidade instalada usual para o mês, cujo indicador atingiu 38,2 pontos em novembro. Apesar da alta de 1,4 ponto frente a outubro, o índice continua bem abaixo dos 50 pontos, o que significa que a atividade industrial está muito inferior à de novembro de anos anteriores. Além disso, a indústria operou, em média, com 66% da capacidade instalada no mês passado, o mesmo percentual de novembro de 2015, mas menor do que a de anos anteriores.

Já os estoques, que tiveram queda em novembro, permanecem ajustados. O indicador de nível de estoque efetivo-planejado ficou próximo da linha dos 50 pontos, em 49,2 pontos em novembro. O índice de evolução dos estoques ficou em 48,3 pontos no mês passado. Valores abaixo dos 50 pontos indicam retração nos estoques ou estoques abaixo do planejado para o mês.

O emprego na indústria também continua em queda. O indicador de número de empregados permaneceu estável, na comparação com outubro, em 45,8 pontos. Como está abaixo da linha dos 50 pontos, sinaliza queda no emprego. Em relação a novembro de 2015, o índice cresceu 3,8 pontos, o que indica queda no ritmo de perda de empregos.

PESSIMISMO – O cenário recessivo mantém os empresários pessimistas em dezembro para os próximos meses, com praticamente todos os indicadores abaixo dos 50 pontos. O índice de expectativa sobre a demanda registrou 49,1 pontos, o de compras de matéria-prima assinalou 47,2 pontos e o de número de empregados foi de 45,5 pontos. Somente o índice de exportações, que registrou 49,9 pontos, próximo da linha dos 50 pontos, sinaliza perspectiva de manutenção da quantidade exportada nos próximos meses.

Apesar da alta de 0,7 ponto frente a outubro, o índice de intenção de investimentos permanece abaixo dos 50 pontos, em 44,6 pontos em dezembro. Isso significa que os empresários continuam desestimulados a investir. “Embora ainda esteja abaixo da média de 50 pontos e de sua média histórica, o índice não apresenta variação negativa há oito meses consecutivos e acumula crescimento de 5,6 pontos no período”, destaca a pesquisa.

A Sondagem Industrial foi feita entre 1º e 12 de dezembro com 2.399 empresas. Dessas, 997 são pequenas, 855 são médias e 547 são de grande porte.

SAIBA MAIS - Acesse o site da Sondagem Industrial para ver os detalhes do estudo.

Por Verene Wolke
Da Agência CNI de Notícias

 

SISTEMA INDÚSTRIA NAS REDES SOCIAIS

CNI: Facebook | Twitter | Instagram | Google Plus | LinkedIn | Youtube | Soundcloud
SENAI: Facebook | Twitter | Instagram | Spotify | Youtube
SESI: Facebook | Youtube | LinkedIn
IEL: Facebook | Twitter | Instagram | LinkedIn

Comentários