http://portaldaindustria.com.br/agenciacni/

Notícias

06 Dez 2016

Veja quais são as 6 áreas que mais vão contratar trabalhadores com qualificação técnica

Mapa do Trabalho Industrial 2017-2020, elaborado pelo SENAI, lista os setores que mais demandarão profissionais nos próximos anos. Pesquisa pode ajudar jovens na escolha da profissão

Estudante de confeitaria do SENAI
A indústria de alimentos é o setor que mais vai demandar profissionais
Nos próximos quatro anos, o Brasil terá de qualificar 13 milhões de trabalhadores em ocupações industriais, ou seja, vai contratar novos profissionais e também qualificar aqueles que já estão no mercado. É o que aponta o Mapa do Trabalho Industrial 2017-2020, elaborado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI). São profissionais de nível superior, técnico e de qualificação.

Desse universo que será demandado, 3,3 milhões são trabalhadores com formação em cursos de qualificação técnica, um dos mais procurados por jovens que buscam capacitação rápida e efetiva para o mercado de trabalho. Esses cursos têm carga horária média de 220 horas (3 meses) e ensinam uma habilidade ou desenvolvem competências de um determinado perfil profissional, como Confeitaria, Ferramentaria ou Mecânica de Automóveis. Quer saber quais são as áreas que mais terão de formar profissionais entre 2017 e 2020? Confira na lista abaixo:

6. Energia: 230.873
Os eletricistas de Redes de Distribuição de Energia Elétrica e montadores de Sistemas Fotovoltaicos são alguns dos profissionais que mais serão demandados nos próximos quatro anos. Isso graças ao esperado crescimento do investimento privado em indústrias do setor nesse período que, consequentemente, precisará de mais trabalhadores. Assim, a estimativa é contratar ou qualificar mais de 230 mil profissionais.

5. Veículos: 266.538

O mecânico de manutenção de veículos é o profissional que terá maior oferta de vagas no mercado de trabalho até 2020, dentre os profissionais de cursos de qualificação profissional. Além dessa, outras profissões como o de eletricista de automóveis colocam o setor de veículos como o quinto que mais vai demandar trabalhadores nos próximos anos.

4. Construção: 432.610
A recuperação do setor de construção de edifícios e de obras de infraestrutura nos próximos anos promoverá uma grande procura de profissionais capacitados. Por isso, encanadores, carpinteiros, pintores e mestre de obras são alguns dos profissionais que terão mais espaço no mercado de trabalho ou, mais precisamente, 432.610 oportunidades.

3. Vestuário e Calçados: 487.441
Costureiros industriais, mecânicos de máquinas de costura e modelistas são só alguns dos profissionais de nível de qualificação técnica que atuam na área de Vestuário e Calçados e que devem ter melhores chances no setor.

2. Metalmecânica: 681.087
Esta é uma boa hora para quem pensa em trabalhar na área, como ajustadores mecânicos ou ferramenteiros. Isso porque com a saída da crise, as famílias brasileiras devem voltar a comprar eletrodomésticos e bens produzidos pelas indústrias e, assim, aumentar a produção em indústrias de metalmecânica.

1. Alimentos: 830.191
Em primeiro lugar da lista, a indústria de alimentos é a que mais vai demandar profissionais formados em cursos de qualificação profissional. São esperadas mais de 830 mil oportunidades nos próximos quatro anos. Confeiteiros, salgadeiros e operadores de processamento de alimentos devem se capacitar para ocupar este espaço nas indústrias de todo o país.

MAPA DO TRABALHO INDUSTRIAL - Os dados acima fazem parte do Mapa do Trabalho Industrial 2017-2020, elaborado pelo SENAI para subsidiar o planejamento da oferta de formação profissional da instituição. A pesquisa também pode apoiar os jovens brasileiros na escolha da profissão e, com isso, aumentar suas chances de ingresso no mercado de trabalho.

Por Gabriel Aragão
Foto: Arquivo/CNI
Da Agência CNI de Notícias

 

SISTEMA INDÚSTRIA NAS REDES SOCIAIS

CNI: Facebook | Twitter | Instagram | Google Plus | LinkedIn | Youtube | Soundcloud
SENAI: Facebook | Twitter | Instagram | Spotify | Youtube
SESI: Facebook | Youtube | LinkedIn
IEL: Facebook | Twitter | Instagram | LinkedIn

 

Comentários