http://portaldaindustria.com.br/agenciacni/

Notícias

01 Mar 2016

Emprego na indústria completa um ano de quedas consecutivas, informa CNI

Indicadores Industriais mostram que emprego recuou mais 0,8% em janeiro frente a dezembro, na série livre de efeitos sazonais. A utilização da capacidade instalada caiu 1,1 ponto percentual no período

Com recuo de 0,8% frente a dezembro, o emprego na indústria caiu pelo décimo segundo mês consecutivo, na série livre de influências sazonais. O índice de janeiro está 9,6% abaixo do registrado no mesmo mês do ano passado. As informações são da pesquisa Indicadores Industriais divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) nesta terça-feira (1º).

A indústria operou, em média, com 75,9% da capacidade instalada em janeiro, a menor da série histórica, iniciada em 2002. O valor é 1,1 ponto percentual inferior ao de dezembro e 5,2 pontos percentuais abaixo do registrado em janeiro de 2015. "Essa elevada ociosidade inibem os investimentos já que não há necessidade de aumentar o parque industrial", destaca o gerente-executivo de Política Econômica da CNI, Flávio Castelo Branco. "O primeiro movimento na recuperação será reduzir os estoques, depois voltar a produzir em ritmo normal e, em um terceiro momento, quando aumentar a produção, começam a ocorrer novos investimentos."

As horas trabalhadas cresceram 2,9% e o faturamento da indústria teve alta de 1% em janeiro na comparação com dezembro, na série livre de influências sazonais. No entanto, esses indicadores estão bem abaixo do registrado há um ano. Enquanto as horas trabalhadas diminuíram 11,6%, o faturamento foi 13,9% menor que o de janeiro de 2015.

Ainda segundo Castelo Branco, o crescimento das horas trabalhadas e do faturamento não indicam uma virada do quadro recessivo da indústria. Um dos sinais de que haverá demora da recuperação do setor está na baixa confiança dos empresários. Ouça:

Além disso, a massa salarial, com queda de 2% ante dezembro, recuou pelo sétimo mês consecutivo e está 10,3% inferior à de janeiro de 2015. O rendimento médio dos trabalhadores diminuiu 0,9% em janeiro frente a dezembro.



SAIBA MAIS - Acesse a página dos Indicadores Industriais para conhecer todos os detalhes da pesquisa.

Por Maria José Rodrigues
Da Agência CNI de Notícias

 

SISTEMA INDÚSTRIA NAS REDES SOCIAIS

CNI: Facebook | Twitter | Instagram | Google Plus | LinkedIn | Youtube | Soundcloud
SENAI: Facebook | Twitter | Instagram | Spotify | Youtube
SESI: Facebook | Youtube | LinkedIn
IEL: Facebook | Twitter | Instagram | LinkedIn

 

Comentários