http://portaldaindustria.com.br/agenciacni/

Notícias

29 Fev 2016

Brasileiros continuam pessimistas em fevereiro

Apesar da estabilidade em relação a janeiro, o Índice Nacional de Expectativa do Consumidor está 10% abaixo da média histórica

O Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (INEC) ficou praticamente estável em fevereiro na comparação com janeiro, com alta de apenas 0,1% no período. Contudo, o índice, que registrou 98,7 pontos neste mês, está 10% abaixo da média histórica. As informações são da pesquisa divulgada  pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) nesta segunda-feira (27).

Conforme o documento, a manutenção do pessimismo sugere um período de demanda mais fraca nos próximos meses. Dos seis componentes do INEC, apenas dois apresentaram melhora: as expectativas em relação à inflação e ao desemprego. Enquanto houve aumento de 2,5% no indicador de inflação na comparação com janeiro, o índice de desemprego teve alta de 6,6%. Quanto maior o índice, maior é o percentual de pessoas que esperam queda na inflação e no desemprego.

Já as expectativas sobre a renda pessoal, recuou 1,8% no período, e em relação a compras de bens de maior valor ficou praticamente estável, com redução de 0,1% no indicador. O índice de endividamento teve queda de 4,2% em fevereiro ante janeiro, sinalizando consumidores mais endividados na comparação com os últimos três meses.

Já o indicador sobre situação financeira se manteve estável no período. Apesar disso, está 11,9% abaixo do registrado em fevereiro do ano passado, indicando uma piora na situação financeira.
Feito em parceria com o Ibope, o INEC deste mês ouviu 2.002 pessoas em 142 municípios entre os dias 13 e 17 de fevereiro.

 



SAIBA MAIS
- Acesse a página do Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (INEC) para conhecer todos os detalhes do estudo.

 

Por Maria José Rodrigues
Da Agência CNI de Notícias

 

SISTEMA INDÚSTRIA NAS REDES SOCIAIS

CNI: Facebook | Twitter | Instagram | Google Plus | LinkedIn | Youtube | Soundcloud
SENAI: Facebook | Twitter | Instagram | Spotify | Youtube
SESI: Facebook | Youtube
IEL: Facebook | Twitter | Instagram | LinkedIn

 

Comentários