http://portaldaindustria.com.br/agenciacni/

Notícias

12 Jan 2016

Estão abertas as inscrições para o Prêmio CNI de Jornalismo 2016

Podem concorrer reportagens ou séries veiculadas entre 1º de junho de 2015 e 25 de maio de 2016. As inscrições devem ser feitas pela internet

Estão abertas as inscrições para o Prêmio CNI de Jornalismo 2016. Poderão concorrer trabalhos jornalísticos veiculados em jornais, revistas, TVs, rádios, sites e blogs entre 1º de junho de 2015 e 25 de maio de 2016, Dia da Indústria. As inscrições, no entanto, devem ser feitas até o dia 29 de maio, pela internet, no site do prêmio.

Em sua quinta edição, o Prêmio CNI de Jornalismo 2016 distribuirá R$ 310 mil em 13 categorias. Os melhores trabalhos de impresso jornal, impresso revista, telejornalismo, radiojornalismo, internet serão contemplados com R$ 25 mil, cada um; aos destaques regionais (Sul, Norte, Centro-Oeste, Sudeste e Nordeste) serão entregues R$ 15 mil; aos prêmios Especiais (educação e inovação) serão distribuídos R$ 30 mil e, para o Grande Prêmio José Alencar de Jornalismo, o valor é de R$ 50 mil. O anúncio dos finalistas será feito em 7 de julho. A entrega dos prêmios está prevista para 28 de julho.

O concurso premiará as melhores reportagens ou séries relacionadas ao setor industrial e à agenda estratégica definida no documento Mapa Estratégico da Indústria (2013-2022), que aborda as seguintes questões: educação, ambiente macroeconômico, eficiência do Estado, segurança jurídica e burocracia, desenvolvimento de mercados, relações de trabalho, financiamento, inovação e produtividade, infraestrutura e tributação.

NOVIDADE – A quinta edição do concurso marca também o lançamento da nova identidade visual do Prêmio CNI de Jornalismo. Focada no elemento humano, destacam-se os elementos ‘ver, ouvir, pensar, falar’, fundamentais para o exercício da profissão. Antes, o concurso era representado por ícones que faziam alusão às ferramentas de trabalho dos profissionais de imprensa.

Acesso o regulamento e inscreva-se no site do Prêmio!

Por Andrea Matias
Da Agência CNI de Notícias

Comentários