http://portaldaindustria.com.br/agenciacni/

Notícias

01 Dez 2014

SENAI dá a largada em Grand Prix de Inovação em busca de soluções para grandes desafios

Competidores terão de hoje até quinta-feira para criar produtos e processos nas áreas de energia, segurança do trabalho, água e resíduos sólidos. R$ 900 mil estão na disputa

Começa logo mais, às 14h, a segunda edição do Grand Prix SENAI de Inovação, no WTC, em São Paulo, durante a Open Innovation Week. Seis equipes terão que criar soluções industriais para desafios do mundo moderno nas áreas de uso racional da água, energia renovável, segurança do trabalho e reaproveitamento de resíduos sólidos. Ao todos, três projetos ganharão R$ 300 mil cada pré-aprovados no Edital SENAI SESI de Inovação para serem levados ao mercado. O evento, que vai até quinta-feira (04/12), é uma iniciativa do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), em parceria com o Serviço Social da Indústria (SESI).

Inspirado em um modelo sueco, o Grand Prix busca estimular processos de inovação aberta industrial – quando ideias são incrementadas com contribuições externas, em parcerias estabelecidas entre empresas, institutos de pesquisa e desenvolvimento e universidades. Na estratégia das equipes, devem ser consideradas técnicas de planejamento, gestão, execução e administração do tempo corrido de três dias. Na arena de competição, haverá seis oficinas de trabalho de 20m², uma para cada equipe.

Os times multidisciplinares são formados por competidores de todo o país, entre alunos e designers do SENAI, professores do SESI, alunos do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e da Universidade de Brasília (UnB), representantes de startups do Desafio Brasil da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e bolsistas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Como suporte na realização das tarefas, eles contarão com um laboratório de inovação com 14 especialistas em prototipagem.

Além de premiação para as melhores ideias, as equipes também disputam em desempenho geral. Os vencedores do primeiro lugar passarão uma semana em Londres, em laboratório de referência em inovação. O segundo lugar terá uma semana em um dos Laboratórios Abertos SENAI e o terceiro, em um dos centros de referência do SibratecShop, da rede de inovação do governo federal. Nesses locais, os vencedores poderão fazer protótipos das melhores ideias e projetos criados durante o Grand Prix. O público também participa e vai poder votar nas melhores ideias no site do evento: www.senai.br/gpinovacao.

O GRAND PRIX PASSO A PASSO




​​AS EQUIPES

Cada equipe terá sete integrantes:

​​1 líder da rede de design do SENAI
2 alunos do SENAI
1 aluno do SESI
1 aluno do ITA ou da UnB
1 bolsista do CNPq
1 empreendedor de startup do Desafio Brasil da FGV

​​O LABORATÓRIO DE APOIO - As equipes terão como suporte na realização das tarefas, um laboratório de protótipos com onze especialistas:

3 alunos de pós-graduação do ITA​​
3 profissionais da rede de Laboratórios Abertos SENAI
3 ilustradores da rede de design do SENAI
1 profissional do Instituto Politécnico de Milão (Itália)
1 professor de gestão ágil de projetos
3 representantes de startups da Agência de Inovação do Reino Unido (Innovate UK).

​​OS DESAFIOS - Os competidores terão que criar soluções industriais e inovadoras para grandes problemas do mundo moderno nas áreas de uso racional da água, energia renovável, segurança do trabalho e reaproveitamento de resíduos sólidos. Cada desafio trará uma lista de problemas a serem resolvidos. Os envelopes com os desafios serão entregues seis horas antes do início da competição.

​​DESAFIO ÁGUA


​​DESAFIO ENERGIA


​​RESÍDUOS SÓLIDOS


​​DESAFIO SEGURANÇA




FOTOS - Acompanhe todas as fotos do GP SENAI de Inovação no perfil da CNI no Flickr!

SAIBA MAIS
​​Quando: a partir das 14h de 1° às 14h de 4 de dezembro
​​Duração: 72 horas corridas
​​Onde: WTC São Paulo – Avenida das Nações Unidas, 12551, Brooklin Novo, São Paulo – SP

O Grand Prix SENAI de Inovação é aberto à visitação. Entrada gratuita.



Por Rafael Monaco, de São Paulo
Para o Portal da Indústria

Comentários