http://portaldaindustria.com.br/agenciacni/

Notícias

25 Nov 2014

Audiências públicas discutem competição mundial de profissões que será realizada no Brasil em 2015

País é o primeiro latino-americano a sediar a WorldSkills Competition. Parlamentares e especialistas debatem como aproveitar evento para elevar interesse da população na educação profissional

O Brasil será o primeiro país do hemisfério sul a sediar a competição mundial de ocupações técnicas. Entre 11 e 16 de agosto de 2015, São Paulo sedia a WorldSkills Competition, evento no qual cerca de 1,2 mil jovens profissionais de mais de 60 países disputam medalhas em 49 profissões técnicas industriais e do setor de serviços. Nesta quarta-feira (26), parlamentares das Comissões de Educação do Senado Federal e da Câmara dos Deputados discutem os impactos que a realização do torneio pode trazer para o Brasil. Às 9h, será a audiência no Senado e, às 14h, na Câmara.

De acordo com o diretor geral do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), Rafael Lucchesi, palestrante das audiências, a expectativa é que a realização do mundial desperte o interesse dos jovens brasileiros pela educação profissional. “Foi isso que aconteceu na Finlândia quando sediou o mundial em 2005. Hoje, 50% dos jovens do país estão no ensino técnico”, conta ele, que também é membro do Conselho da WorldSkills, a entidade que realiza o torneio. No Brasil, este índice ainda é baixo: 7,8% dos estudantes do ensino médio fazem cursos técnicos de forma articulada à educação básica.

Para debater os preparativos da edição brasileira da competição, foram convidados, além do diretor geral do SENAI, o presidente da WorldSkills International, Simon Bartley, e o diretor executivo, David Hoey, o diretor de Integração das Redes de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (MEC), Marcelo Machado Feres, e a diretora da Divisão do Ensino Fundamental e Médio da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, Fátima Aparecida Antônio.

​​O BRASIL NA WORLDSKILLS – Realizado a cada dois anos, é o maior torneio de educação profissional do mundo. Os melhores jovens profissionais de nível técnico com até 21 anos de mais de 50 países das Américas, Europa, Ásia e África simulam desafios das profissões que devem ser cumpridos dentro de padrões internacionais de qualidade. O Brasil – representado por estudantes do SENAI e do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC) – participa desde 1983 e acumula, desde então, 68 medalhas. Na última edição, realizada em Leipzig (Alemanha) em julho de 2013, o país teve seu melhor desempenho com quatro medalhas de ouro, cinco de prata e três de bronze.

 ​​Audiência Pública das Comissões de Educação e Ciência e Tecnologia
Câmara dos Deputados

Data:  26/11/2014
 Horário: 9h
 Local:  Plenário 10 da Câmara dos Deputados
 Audiência Pública das Comissões de Educação e Ciência e Tecnologia
Senado Federal

 Data:26/11/2014
 Horário:  14h
 Local:  Na sala 15 da Ala Senador Alexandre Costa do Senado Federal

 

Por Ismália Afonso
Do Portal da Indústria

Comentários