http://portaldaindustria.com.br/agenciacni/

Notícias

21 Nov 2014

Está valendo! Começa a nova temporada do Torneio de Robótica

A fase regional da competição foi aberta nesta sexta-feira (21), em Vitória. A etapa capixaba tem 27 equipes disputando vagas para o torneio nacional

Robótica FLL
O desafio das equipes é apresentar novas formas de aprendizagem
Foi dada a largada para a nova temporada do Torneio de Robótica FIRST LEGO League. A fase regional da competição começou nesta sexta-feira (21), em Vitória. A etapa capixaba tem 27 equipes disputando vagas para a fase nacional em Brasília, em abril de 2015. O segundo dia de competição será neste sábado (22), no SESI de Jardim da Penha. É a primeira vez que o Espírito Santo sedia a disputa regional. Veja o calendário completo dessa fase.

O gerente executivo de Educação do Serviço Social da Indústria (SESI) Henrique dos Santos participou da abertura em Vitória. "Durante os dois dias de Torneio, o Espírito Santo receberá o que consideramos o mais importante para a evolução da educação no país, que é estudar mas também investir na criatividade e inovação", disse. A superintendente do SESI Espírito Santo, Solange Siqueira, ressaltou a importância da competição. "É um evento que mostra que o futuro acontece agora para todos esses jovens", afirmou.

Nessa temporada, o desafio FLL WORLD CLASS propõe redefinir os modos de como o conhecimento e as habilidades para o século XXI são adquiridos. Os times vão ensinar as maneiras pelas quais as pessoas querem e precisam aprender. Durante dois dois dias, as equipes serão avaliadas em quatro provas: design de robô, core values, desafio do robô e projeto de pesquisa.

PROJETOS INOVADORES – Um dos destaques é o projeto inclusivo voltado para pessoas com autismo e Síndrome de Irlen (dislexia em leitura), da equipe Imagine Lego, de Villa Velha (ES). O grupo propõe a utilização de musicoterapia e gibis como forma a melhorar a absorção de conteúdos no dia a dia, baseado em pesquisas científicas comprovadas.

Já a equipe ApoioBot, de Recife (PE), criou o projeto APPrender, que consiste num sistema integrado entre aplicativo, robô e um jogo para fins de ensino em qualquer modalidade, com custo baixo e gerenciado por professores. Além disso é totalmente integrado com alunos de maneira remota por meio de redes sociais e outras ferramentas digitais.

Outra iniciativa inclusiva é da equipe Sanadroid, de Macaé (RJ). Os meninos desenvolveram um projeto em 6D em formato de uma casa de vidro para ser a escola ideal de alunos com deficiência auditiva. A estrutura é composta de sinais luminosos e conexão total dentro e fora por meio de ferramentas digitais.

A COMPETIÇÃO -
No Brasil, o SESI é o organizador oficial da competição. O torneio é realizado em parceria com o Grupo LEGO (Dinamarca) e a organização americana FIRST(For Inspiration and Recognition of Science and Technology). A disputa foi criada em 1998 e propõe que estudantes sejam apresentados ao mundo da ciência e da tecnologia de forma divertida.

REDES SOCIAIS - Acompanhe as novidades do Torneio de Robótica FLL pela página do Torneio no Facebook e também no Instagram.

Por Fábio Martins, da FINDES
Foto: Valter Monteiro
Para o Portal da Indústria

Comentários