http://portaldaindustria.com.br/agenciacni/

Notícias

18 Nov 2014

Palestras e minicursos no SENAI ajudam a conhecer trabalho na indústria

Unidades de todo o Brasil abrirão as portas para mostrar oportunidades de formação para quem quer atuar no segmento. É possível escolher de qualificações a pós-graduação

Mundo SENAI
É a chance de conhecer as diversas profissões da indústria. A mecatrônica é uma delas.
O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) reservou a segunda quinzena de novembro para oferecer aos interessados em trabalhar na indústria informações sobre as oportunidades de formação. As unidades em todo o Brasil realizarão atividades para jovens estudantes e trabalhadores. São palestras, minicursos para a comunidade com o intuito de despertar o interesse dos visitantes pelas diversas profissões industriais e promover a aproximação com a indústria.

A maior parte dos estados realiza o Mundo SENAI nos dias 20 e 21 de novembro. Em alguns, porém, as datas são diferentes. Veja o calendário completo. No Paraná, por exemplo, 49 unidades do SENAI estão envolvidas com as atividades. Haverá orientação profissional, visitas a laboratórios similares aos das indústrias, oficinas nas áreas de elétrica, eletrônica, automação, panificação e têxtil.

Na Bahia, as 11 unidades mobilizam principalmente as escolas de ensino médio para participarem das visitas guiadas ao SENAI e das oficinas e dos cursos que oferecem. O Amazonas vai aproveitar o momento para inaugurar o Laboratório Aberto, um espaço para o desenvolvimento de protótipos eletrônicos, consultorias, capacitação e trocas de ideias entre técnicos, empreendedores e investidores.

EDUCAÇÃO PROFISSIONAL - Iniciativas como o Mundo SENAI, que despertam o interesse pela educação profissional, têm surtido efeito no Brasil. Dados do Censo da Educação Básica 2013, analisados pelo SENAI, mostram que, entre 2008 e 2013, o número de matrículas nesses cursos passou de 927.978 para 1.441.051 – um crescimento 55,3%. O diretor de Operações do SENAI, Gustavo Leal, ressalta que a educação profissional abre portas no mercado de trabalho. Ouça:

Os cursos técnicos de nível médio são também conhecidos como cursos de longa duração da educação profissional e têm entre 800 e 1,4 mil horas de duração (até dois anos). Podem ser feitos por estudantes que estão, pelo menos, no segundo ano do ensino médio ou quem já concluiu essa etapa da educação básica. As aulas oferecem conhecimentos teóricos e práticos em diversos eixos tecnológicos e garantem, junto com o diploma, uma formação especializada para diferentes setores da economia.

CARREIRA – Há, porém, outras portas de entrada para o ensino técnico, como os cursos de qualificação, de iniciação profissional e de aprendizagem, todas elas poderão ser conhecidas nas atividades do Mundo SENAI. Esses cursos são organizados dentro da metodologia dos itinerários formativos. Ela permite aos estudantes planejar sua carreira em uma área de atuação e tem, entre seus objetivos, o aproveitamento das unidades curriculares (disciplinas) em novos cursos, o que permite acelerar a formação.

Além disso, ao longo do curso, à medida que o estudante finaliza unidades curriculares (disciplinas), ele adquire qualificações e certificações intermediárias que lhe permitem inserção no mercado de trabalho antes do certificado ou diploma final. O SENAI iniciou a implantação dos itinerários formativos no primeiro semestre de 2012 e, desde então, amplia e atualiza a metodologia anualmente.

Por Ismália Afonso
Foto: Élcio Paraíso
Do Portal da Indústria

Comentários