http://portaldaindustria.com.br/agenciacni/

Notícias

17 Nov 2014

Prêmio Marcantonio Vilaça bate recorde de inscrições e divulga artistas selecionados

São 30 artistas que vão participar de uma exposição no Museu de Arte Contemporânea, em São Paulo. Os cinco melhores serão conhecidos em abril de 2015

Prêmio Marcantonio
A atriz Fernanda Montenegro e o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, durante o lançamento da quinta edição do Prêmio Marcantonio Vilaça em maio deste ano
O Prêmio CNI SESI SENAI Marcantonio Vilaça para as Artes Plásticas acaba de divulgar os 30 artistas selecionados. A quinta edição do Prêmio recebeu 581 inscrições, quase o dobro da edição anterior quando foram registradas 323. A avaliação dos trabalhos foi feita por um criterioso júri de seleção, inclusive com curadorias regionais.

Em 2015, o seleto grupo com representantes de vários estados vai participar de uma exposição no Museu de Arte Contemporânea (MAC), em São Paulo. A mostra vai ser realizada a partir de abril, quando também serão conhecidos os cinco artistas vencedores. O Prêmio Marcantonio Vilaça para as Artes Plásticas é uma iniciativa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), do Serviço Social da Indústria (SESI) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI).

Veja a lista dos 30 artistas selecionados




Um dos curadores do Prêmio, Marcus Lontra, ressalta a qualidade dos artistas que participam dessa edição. “Diante do alto nível dos inscritos, foi muito difícil para o júri fazer as escolhas. Isso mostra o interesse pela premiação que é sem dúvida a iniciativa mais importante no país na área de arte contemporânea”, afirma.

Lontra também destaca os impactos positivos dessa relação íntima entre arte e indústria. Ouça:

Para a curadora Cristiana Tejo, o processo de seleção mostra que o Brasil tem uma safra de inúmeros artistas com trabalhos consolidados. “É difícil encontrar em uma premiação tantos trabalhos com tamanha qualidade. A arte brasileira vive um momento de muita maturidade e como o nosso país é continental, esse prêmio é extremamente importante”, finaliza.

MUDANÇAS - Entre as novidades dessa quinta edição do Prêmio está o aumento do valor da bolsa de pesquisa para os vencedores, que passa de R$ 30 mil para R$ 40 mil. Também foi feita uma parceria com a Universidade Metropolitana de Manchester, da Inglaterra. Um artista e um curador, a serem definidos pela curadoria do prêmio, participarão de uma residência na Faculdade de Artes da universidade inglesa. Além disso, há uma inédita premiação para curadores emergentes.

Por Sirlei Pires
Foto: José Paulo Lacerda
Do Portal da Indústria

Comentários