http://portaldaindustria.com.br/agenciacni/

Notícias

13 Set 2014

Estádio Olímpico do Pará ofereceu serviços de fisioterapia

Possíveis lesões e dores foram tratados com agilidade durante os Jogos Nacionais do SESI

Lesão? Dor? Incômodo? Os 1.200 competidores de 200 empresas de todo o Brasil que participam dos Jogos Nacionais do SESI, em Belém, contam com o apoio de mais de 30 profissionais da saúde especializados em fisioterapia e no pronto-atendimento para qualquer surpresa na competição.

Distribuídos em quatro turnos, os fisioterapeutas garantem um atendimento de 12 horas ininterruptas. Na bagagem, além dos anos de estudo, presença em eventos internacionais como o Grand Prix de Atletismo e até o UFC (Ultimate Figthing Championship), já mirando as Olimpíadas de 2016, como conta o fisioterapeuta e sócio proprietário da empresa Desportiva, responsável pelos serviços na área durante os Jogos, Júnior Furtado. "A experiência de participar dos Jogos Nacionais do SESI só engrandece o nosso currículo. Estamos encarando como uma grande chance de já colocar em prática o ensinamento que ganhamos visando nossa participação nas Olimpíadas de 2016, uma vez que estamos entre os 52 brasileiros selecionados pelo COI (Comitê Olímpico Internacional) para trabalhar na competição", diz.

Entre as técnicas utilizadas está a eliminação dos nódulos de tensão. "Como um trabalhador-atleta se prepara o ano todo para os Jogos, é natural que ele chegue com uma carga de tensão bem alta, que pode o atrapalhar no rendimento durante a prova. Por isso oferecemos este serviço de eliminação dos nódulos de tensão, relaxamento muscular e alongamentos de forma específica para cada atleta em cada prova", explicou.

O atendimento, aliás, foi aprovado pelos atletas: "Passei pela área da fisioterapia e estava com algumas dores depois de correr os 3 mil metros. Depois de alguns minutos eu já estava bem. Realmente, até nisto, os Jogos do SESI está top de linha", elogiou o corredor Éverton Barbosa, da Aquarius (SP).

Por Carlos Fellip, de Belém
Foto: José Paulo Lacerda
Para o Portal da Indústria

Comentários