PRÊMIO CNI DE ECONOMIA

Vencedores

A- A A+
    

O Prêmio CNI de Economia 2015 contou com a participação de 38 artigos na categoria Indústria Brasileira e seis artigos na categoria Efeitos das Políticas Fiscal e Tributária sobre a Competitividade, totalizando 92 autores. A entrega dos prêmios foi realizada na cerimônia de abertura do 43º Encontro Nacional de Economia, no dia 8 de dezembro, no salão São Miguel, do Costão do Santinho, em Florianópolis, SC.

Confira os premiados:

CATEGORIA INDÚSTRIA BRASILEIRA 

1º lugar
The Great Divide: The paths of industrial competitiveness in Brazil and South Korea
•    João P. Romero (University of Cambridge), Elton Freitas (Cedeplar/UFMG), Gustavo Britto (Cedeplar/UFMG) e Clara Coelho (Cedeplar/UFMG)

2º lugar
Labor markets in heterogenous sectors
•    Sergio A. Lago Alves (BACEN)


CATEGORIA EFEITOS DAS POLÍTICAS FISCAL E TRIBUTÁRIA SOBRE A COMPETITIVIDADE 

1º lugar
O Uso da Tributação Ótima como Estímulo à Indústria de Vestuário no Nordeste Brasileiro 
•    Lívia Rodrigues de Lima (UFRPE), Monaliza de Oliveira Ferreira (UFPE) e Glauber Magalhães Pires (UFRPE)

2º lugar 
Impactos Macroeconômicos e Geracionais da Desvalorização Fiscal 
•    Carlos Eduardo de Freitas (PPG-ADR/UFMT) e Nelson Leitão Paes (PIMES/UFPE e PPF-ADR/UFMT).

Menção Honrosa
 A Influência do Planejamento Tributário no Desenho da Rede de Distribuição e na Localização de Centros de Distribuição 
•    Daniel P. Espírito Santo (PUC-Rio) e Hugo M. Repolho (PUC-Rio)

O Prêmio CNI de Economia 2014 contou com a participação de 21 artigos na categoria Economia Industrial e 16 artigos na categoria Competitividade e Comércio Exterior. A entrega dos prêmios foi realizada na cerimônia de abertura do 42º Encontro Nacional de Economia, em 9 de dezembro de 2014, no Centro de Convenções do Serhs Grand Hotel, em Natal, RN.

Confira os premiados:

CATEGORIA ECONOMIA INDUSTRIAL

1º lugar
Política industrial e os custos de redução de emissões de gases de efeito estufa
•    Edson Paulo Domingues (Cedeplar/UFMG), Aline Souza Magalhães (Cedeplar/UFMG) e Terciane Sabadini Carvalho (Cedeplar/UFMG)

2º lugar
Multiplicador local do emprego industrial: mesorregiões brasileiras (2000-2010)
•    Guilherme Matoso Macedo (MPOG e Birkbeck) e Leonardo Monasterio (IPEA e UCB)

CATEGORIA COMPETITIVIDADE E COMÉRCIO EXTERIOR

1º lugar
Financiamento a exportações de produtos manufaturados brasileiros: uma análise microeconométrica
•    Rodrigo Baggi Alvarez (Tendências CI), Diogo Prince (EESP-FGV) e Sérgio Kannebley Júnior (FEARP-USP)

2º lugar 
A indústria brasileira na era das cadeias globais de valor
•    Lucas Ferraz (EESP-FGV), Leopoldo Gutierre (FEA-USP) e Rodolfo Cabral (EESP-FGV)


COMISSÕES JULGADORAS

Categoria Economia Industrial
•    João Furtado (USP)     
•    Maurício Canêdo (IBRE/FGV)             
•    Ricardo Machado Ruiz (Cedeplar/UFMG)             
•    Renato da Fonseca (CNI) 

Categoria Competitividade e Comércio Exterior
•    Gilberto de Assis Libânio (CEDEPLAR/UFMG)
•    Marta dos Reis Castilho (IE/UFRJ)             
•    Emanuel Ornelas (EESP/FGV)
•    Samantha Cunha (CNI)    

O Prêmio CNI de Economia 2013 contou com a participação de 24 artigos na categoria Economia Industrial e 24 artigos na categoria Economia do Trabalho. A entrega dos prêmios foi realizada na cerimônia de abertura do 41º Encontro Nacional de Economia, às 19h do dia 10 de dezembro, no Hotel Bourbon em Foz do Iguaçu, PR.

Confira os premiados:

CATEGORIA ECONOMIA INDUSTRIAL

1º lugar
Comportamento de preços em um mercado cartelizado de combustíveis

  • Guilherme Branquinho (PUC-Rio), Leonardo Rezende (PUC-Rio)
     

2º lugar
Efetividade da Lei do Bem no estímulo ao investimento em P&D: uma análise com dados em painel

  • Edson Shimada (FEARP-USP), Sérgio Kannebley Jr. (FEARP-USP), Fernanda De Negri (IPEA)


CATEGORIA ECONOMIA DO TRABALHO

1º lugar
Estrutura produtiva e escolaridade como condicionantes da dinâmica da desigualdade regional de renda no Brasil: uma análise para o período 1995-2011

  • Rodrigo Carvalho Oliveira (PIMES-UFPE), Raul da Mota Silveira Neto (PIMES-UFPE)
     

2º lugar 
Análise empírica sobre a existência do moral hazard no programa de seguro desemprego brasileiro

  • Gibran da Silva Teixeira (UFRGS), Giácomo Balbinotto Neto (UFRGS)



COMISSÕES JULGADORAS

Categoria Economia Industrial

  • Cláudio Ribeiro de Lucinda (USP/RP)
  • Danilo Garcia (CNI)
  • Fernando Sarti (Unicamp)
  • Jorge Arbache (UnB)


Categoria Economia do Trabalho

  • Daniel Santos (FEA-RP/USP)
  • Gustavo Gonzaga (PUC-Rio)    
  • Lauro Ramos (IPEA)
  • Marcelo de Ávila (CNI)

CATEGORIA ECONOMIA INDUSTRIAL
1º lugar
Determinantes industriais do antidumping no Brasil – proteção, concorrência e desempenho: uma análise com variável binária e dados em painel

  • Glauco Avelino Sampaio Oliveira (CADE)


2º lugar
Efeito da inovação e difusão tecnológica sobre a mobilidade intersetorial de trabalhadores

  • Juliana Gonçalves Taveira (UFJF)
  • Eduardo Gonçalves (UFJF)
  • Ricardo da Silva Freguglia (UFJF)


Menção Honrosa
Benção ou maldição: impactos do pré-sal na indústria brasileira

  • Aline Souza Magalhães (CEDEPLAR/UFMG)
  • Edson Paulo Domingues (CEDEPLAR/UFMG).

CATEGORIA ECONOMIA INDUSTRIAL
1º lugar
Intensidade tecnológica e diferenciais regionais de produtividade: evidências de economias externas nas microrregiões brasileiras: 2000-2010

  • Elton Eduardo Freitas (CEDEPLAR/UFMG)
  • Rodrigo Ferreira Simões (CEDEPLAR/UFMG)


2º lugar 
Impactos dos Fundos Setoriais nas empresas: novas perspectivas a partir da função dose-resposta

  • Gustavo Varela Alvarenga (IPEA)
  • Donald Matthew Pianto (UnB)
  • Bruno César Araújo (IPEA)

COMISSÕES JULGADORAS
Categoria Economia Industrial

  • João Emílio Gonçalves (CNI)
  • Renato Garcia (POLI/USP)
  • Ronaldo Fiani (UFRJ)
  • Vinicius Nascimento Carrasco (PUC-Rio)


Categoria Inovação e Produtividade

  • Eduardo de Albuquerque (CEDEPLAR/UFMG)
  • Fernanda De Negri (IPEA)   
  • Jorge Britto (UFF)   
  • Renato da Fonseca (CNI)    


O Prêmio CNI de Economia 2012 contou com a participação de 22 artigos na categoria Economia Industrial e 17 artigos na categoria Inovação e Produtividade.

CATEGORIA ECONOMIA INDUSTRIAL
1º lugar:

Como firmas industriais reagem a restrições de infraestrutura?Evidências do racionamento de eletricidade de 2001/02 no Brasil

  • Lucas F. Mation (IPEA) e Cláudio Ferraz (PUC-Rio)

 

2º lugar:

Diferenciais regionais de competitividade industrial do Brasil no século 21

  • Daniela Schettini (IRI-USP e IPE-FEA/USP) e Carlos Roberto Azzoni (FEA/USP)

Modalidade Gasto Público

1º lugar:

Produtividade, demografia e sustentabilidade da Previdência Social

  • Riovaldo Alves de Mesquita (IBGE e UFRGS) e Giácomo Balbinotto Neto (UFRGS)

 

2º lugar:

O uso do modelo network DEA para avaliação da eficiência técnica do gasto público em ensino básico no Brasil

  • Mauricio Benegas (CAEN/UFC)

 

Menção Honrosa:

Avaliando o impacto da mudança da lei do ICMS do Ceará nos indicadores municipais de educação e saúde

  • Guilherme Diniz Irffi (UFC/Campus de Sobral) e Francis Carlo Petterini (UFC/Campus de Sobral)

 

Dívida pública no Brasil: sustentabilidade e implicações macroeconômicas

  • Octavio Augusto Fontes Tourinho (FCE/UERJ),
  • Guilherme Macedo Reis Merces (GEE/FIRJAN), e
  • Jonathas Goulart Costa (GEE/FIRJAN)

COMISSÕES JULGADORAS

Categoria Economia Industrial:

  • Carlos Frederico Rocha, UFRJ
  • Célio Hiratuka, IE/Unicamp
  • Gesner de Oliveira, GO Associados
  • Marcelo de Ávila, CNI
  • Sérgio Kannebley Júnior, FEA-RP/USP
  • Victor Gomes e Silva, UnB

 

Categoria Gasto Público:

  • Marina Figueira de Melo, PUC-Rio
  • Mário Sérgio Carraro, CNI
  • José Roberto Afonso, BNDES e Senado Federal
  • Sérgio Roberto Rios do Prado, IE/Unicamp

 

O Prêmio CNI de Economia 2011 contou com a participação de 37 artigos na categoria Economia Industrial e 19 artigos na categoria Gasto Público.

CATEGORIA ECONOMIA INDUSTRIAL

1º lugar:

Impactos da crise de 2009 sobre a indústria brasileira: condicionantes macroeconômicos e estruturais

  • Edson P. Domingues (UFMG),
  • Admir A. Betarelli Jr. (UFMG),
  • Flaviane S. Santiago (UFMG), Aline S. Magalhães (UFMG),
  • Terciane S. Carvalho (UFMG)

 

2º lugar:

A distribuição de slots e a concorrência na indústria de aviação civil brasileira

  • Leonardo B. de Jesus Jr. (UFBA), Hamilton de M. Ferreira Jr. (UFBA)

Modalidade Comércio Exterior

1º lugar:

Um teste para a hipótese de hysteresis no comércio exterior brasileiro

  • Sérgio Kannebley Júnior (FEA-RP/USP),
  • Diogo de P. Mendonça (FEA-RP/USP),
  • Maíra C. Scarpelli (FEA-RP/USP)

 

2º lugar:

As exportações promovem a produtividade? Evidência empírica para a indústria de transformação do Brasil utilizando vetores autoregressivos com correção de erro (VEC)

  • Igor Ézio M. Silva (UFPE),
  • Ricardo C. Lima (UFPE),
  • Jocildo F. Bezerra (UFPE)

 

Menção Honrosa:

As políticas de proteção tarifária e estímulo industrial face à inserção internacional brasileira: uma análise de economia política com dados em painel

  • Glauco A. S. Oliveira (SEAE/MF)

COMISSÕES JULGADORAS

Categoria Economia Industrial:

  • Carmem Feijó, UFF
  • Educardo Pontual, UFRJ / CADE
  • Luiz Alberto Esteves UFPR
  • José Luis Gordon, CNI

 

Categoria Gasto Público:

  • Álvaro Huidalgo, UFPE
  • Lia Valls, FGV
  • Sandra Rios, CINDES
  • Marcelo de Souza Azevedo, CNI

 

O Prêmio CNI de Economia 2010 contou com a participação de 21 artigos para a categoria Economia Industrial e 12 artigos na categoria Comércio Exterior.

CATEGORIA ECONOMIA INDUSTRIAL

Artigo vencedor:

A Tributação nas Vendas de Automóveis no Brasil: Quem paga a maior parte da conta?

  • Sérgio Aquino de Souza (UFC e CADE);
  • Francis Carlo Petterini (UFC); e 
  • Vitor Hugo Miro Couto Silva (IPECE)

 

Menção Honrosa:

Dez anos de Medicamentos Genéricos no Brasil: As intenções políticas e os Impactos não Planejados

  • Thiago Caliari (UFMG) e Ricardo Machado Ruiz (UFMG)

 

Indicadores Antecedentes para a Indústria de Bens de Capital.

  • Marcelle Chauvet (U.C. Riverside);e
  • Igor Alexandre C. de Morais (Unisinos e FIERGS)

Modalidade Intermediação Financeira e Crescimento Industrial

Artigo vencedor:

Sistema Financeiro e Desenvolvimento Regional: Um estudo sobre o financiamento bancário da atividade industrial no Brasil

  • João Prates Romero (UFMG); e 
  • Jorge Luís Teixeira Ávila (UFMG)

 

Menção Honrosa:

Influência e Causalidade entre a Concentração das Corretoras, o Bid-Ask Spread e o Retorno das Ações BM&FBovespa: Revisitando o paradigma estrutura-conduta-desempenho no mercado brasileiro

  • Carlos Tadao Kawamoto (FECAP e FOC)

COMISSÕES JULGADORAS

Categoria Economia Industrial:

  • Leonardo Rezende (PUC-Rio);
  • Paulo Furquim de Azevedo (FGV-SP);
  • Paulo Mol Jr. (CNI);
  • Paulo Tigre (UFRJ);
  • Regis Bonelli (IBRE/FGV);
  • Renato da Fonseca (CNI);

 

Categoria Intermediação Financeira e Crescimento Industrial:

  • Adriana Moreira Amado (UnB);
  • Danilo Cesar Cascaldi Garcia (CNI);
  • Luiz Flávio Arreguy Maia (UFRPE)

 

O Prêmio CNI de Economia 2009 contou com a participação de 33 artigos para a categoria Economia Industrial e seis artigos na categoria Intermediação Financeira e Crescimento Industrial.

CATEGORIA ECONOMIA INDUSTRIAL
Artigo vencedor

Trabalho e progresso técnico: uma análise nos níveis de emprego, renda e qualificação na indústria paulista.

  • Beatriz Selan (FEA-RP/USP),
    Danilo César Cascaldi Garcia (FEA-RP/USP), e
  • Sérgio Kannebley Júnior (FEA-RP/USP)


Menções Honrosas:

Avaliação de Políticas de Apoio à Inovação no Brasil: Impactos dos Incentivos Fiscais e incentivos financeiros.

  • Ana Paula Macedo de Avellar (UFU)


Uma relação de oferta generalizada para a estimação de modelos de parâmetro de conduta em organização industrial empírica.

  • Alessandro Vinícius Marques de Oliveira (ITA)

CATEGORIA POLÍTICA TRIBUTÁRIA E COMPETITIVIDADE
Artigo vencedor:

Guerra fiscal: uma análise quantitativa para Estados participantes e não-participantes.

  • Sidnei Pereira do Nascimento (UEL)


Menções Honrosas:

A ilusão fiscal e os ciclos políticos orçamentais - um estudo com dados em painel.

  • Paulo Rei Mourão (Universidade do Minho, Portugal)


Efeitos da política regional sobre a convergência de renda em Minas Gerais.

  • Noé Gonçalves Maranduba Júnior (SEF/MG) e Eduardo Simões de Almeida (UFJF)

COMISSÃO JULGADORA
Categoria Economia Industrial:

  • Carlos Pacheco (Unicamp)
  • David Kupfer (UFRJ)
  • Maurício Mesquita Moreira (BID)
  • Paulo Augusto P. Britto (SDE/MJ e UnB)
  • Renato da Fonseca (CNI)


Categoria Política Tributária e Competitividade:

  • Flávio Castelo Branco (CNI)
  • Maria da Conceição Sampaio (UnB)
  • Nélson Leitão Paes (UFPE)


O Prêmio CNI de Economia 2008 contou com a participação de 32 artigos para a categoria Economia Industrial e oito artigos na categoria Intermediação Financeira e Crescimento Industrial.