NOTÍCIAS

25 de Outubro de 2017 às 16:23

PDA lança campanha nacional de associativismo

Incentivar a participação de empresários nos sindicatos de representação da indústria é tema de nova campanha da Confederação Nacional da Indústria 

Publicada em 25/10/2017

O sindicato empresarial existe para unir pessoas que acreditam na indústria e na importância para o país. Cabe à entidade mobilizar empresários, captar demandas e representar a indústria na busca por um ambiente de negócios melhor no Brasil. Os sindicatos também são grandes aliados das empresas ao oferecerem serviços, cursos e consultoria para melhorar o desempenho dos negócios.

 

Header-1500.jpg


Por isso, quanto maior a participação dos empresários junto aos sindicatos, mais forte fica a indústria. É justamente esse o objetivo da nova campanha da Confederação Nacional da Indústria (CNI): incentivar os empresários a se aproximarem de quem os representa. Listamos cinco vantagens que os sindicatos oferecem para a indústria: 

1. Os sindicatos defendem os seus interesses 
Uma das principais missões dos sindicatos é identificar potenciais riscos e oportunidades para as indústrias e construir propostas que garantam avanços e impeçam retrocessos ao segmento empresarial que defendem. Além de agir junto aos governos locais, os sindicatos têm o apoio das federações de indústria e da Confederação Nacional da Indústria (CNI) para defender os interesses da indústria perante os governos estaduais e federal. 

2. Lideram negociações coletivas
São as entidades que negociam com representantes de sindicatos dos trabalhadores e buscam o equilíbrio nas relações de trabalho. As instituições dialogam para chegar a acordos tanto sobre aspectos econômicos - salários, gratificações, horas extras - quanto sociais, como jornada de trabalho, saúde e segurança, intervalos, entre outros. 

3. São fontes de informação 
Sindicatos têm ferramentas para acompanhar o desempenho das indústrias que representam. Oferecem aos associados estudos e indicadores setoriais fundamentais para a tomada de decisões e a identificação de ações necessárias à melhoria do ambiente de negócios. Além disso, distribuem boletins informativos com novidades sobre temas de interesse da indústria. 

4. São verdadeiros braços direitos das empresas 
O menu de serviços que os sindicatos oferecem aos associados é bem variado. Além de assessoria técnica, também oferecem consultoria jurídica, orientação sobre tomada de crédito, convênios com parceiros e central de compras. São os sindicatos que viabilizam a oferta de cursos e oficinas do Associa Indústria , eixo do Programa de Desenvolvimento Associativo (PDA) , que orienta empresários sobre melhorias na administração dos negócios e como lidar com dilemas do dia a dia, como leis trabalhistas e ambientais, fiscalização e tributos. Os sindicatos também oferecem condições especiais para as indústrias associadas em soluções das federações de indústrias, do Serviço Social da Indústria (SESI), do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e do Instituto Euvaldo Lodi (IEL)

5. Promovem a integração produtiva e a troca de experiências entre empresários
Ao participar do sindicato, o empresário passa a integrar uma rede composta por diversos outros empresários do setor, representantes das federações, da CNI, de universidades, além de fornecedores de insumos para o setor. Essa rede possibilita o compartilhamento de boas práticas, a discussão de dificuldades e pode até mesmo dar origem a uma central de compras coletivas, gerando economia para todos os envolvidos.


Quer saber mais sobre a campanha? Assista o vídeo e acesse o site: www.industriaforte.com.br

 


Por Ariadne Sakkis 
Da Agência CNI de Notícias