NOTÍCIAS

5 de Julho de 2018 às 12:35

Iniciativa de reciclagem de plástico no Rio Grande do Sul vence o Prêmio Nacional de Boas Práticas Sindicais

Em 2º lugar ficou o trabalho de aumento de sindicalizados na indústria de alimentos no Ceará. A 3ª posição foi dada para o Mato Grosso, com alternativas para resíduos da indústria moveleira

prmiodeboasprticassindicais (1).jpg

 

A integração da indústria com a sociedade foi o segredo que levou a iniciativa do Sindicato das Indústrias de Material Plástico no Estado do Rio Grande do Sul  (Sinplast) a vencer o primeiro Prêmio Nacional de Boas Práticas Sindicais, promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O sindicato ganhou com o projeto que estimula o consumidor final a ser um agente importante na cadeia de reciclagem do plástico. A cerimônia de premiação ocorreu durante o Encontro Nacional da Indústria (ENAI), realizado nesta terça-feira (3), em Brasília. 

bannerenai_YqtPsev.jpg

O projeto vencedor intitulado “Criação de Instituto para a Valorização do Plástico” funciona da seguinte forma: o Sinplast e parceiros estimulam os consumidores a depositarem tampas plásticas de embalagens como de refrigerantes e xampus em pontos de recolhimento espalhados em Porto Alegre e na área metropolitana, como Novo Hamburgo. A responsabilidade de cada um destes postos de recolhimento é de uma entidade social ligada à reciclagem. Essas associações pegam o material, reciclam e o revendem para indústrias a preços justos. Atualmente, 160 entidades participam no projeto que surgiu em 2016. 

“Por que a tampinha? Porque é o plástico mais fácil de armazenar, da pessoa levar consigo e ajudar uma entidade assistencial”, explica Edilson Luiz Deitos, presidente do Sinplast. Segundo ele, o projeto é uma “febre” porque várias entidades replicaram a ideia. “As entidades já conseguiram tirar R$ 160 mil com esse projeto. Em uma época de crise como essa, o valor é fantástico”, conclui. 

 

edilson.jpg

 

 O presidente do Sinplast, Edilson Luiz Deitos (esq), recebe o prêmio do diretor de Desenvolvimento Industrial da CNI, Carlos Abijaodi

 

Em segundo lugar, ficou a iniciativa do Sindicato das Indústrias da Alimentação e Rações Balanceadas no Estado do Ceará (Sindialimentos) com o projeto “Estratégia para Ampliação de Associados”. Com o objetivo de ampliar o número de associados, o sindicato tomou uma série de iniciativas de aproximação com as indústrias que estavam na sua base sindical. A estratégia, iniciada em 2015, contou com estudo e mapeamento das indústrias de alimentos do estado; orientação sobre Classificação Nacional de Atividade Econômica (CNAE); aumento do portfólio de atividades do sindicato, e contratação de equipe para a realização das visitas nas indústrias. 

O sucesso da estratégia veio com o aumento da base sindicalizada. “Em 2014, eram 29 associados. Agora, são 123 indústrias filiadas, crescimento superior a 300%”, explicou André de Freitas Siqueira, presidente do Sindialimentos. O total das receitas cresceu 330% em 2017, quando comparado a 2014. 

O terceiro lugar ficou reservado para o projeto “Solução para Destinação de Resíduos Sólidos”, do Sindicato das Indústrias Madeireiras e Moveleiras do Noroeste do Mato Grosso (Simno/MT). Desde 2016, a entidade busca soluções para os resíduo da indústria moveleira. Por isso, financiou os testes com pó de serra. O sindicato adquiriu uma bactéria para iniciar os testes e montou um sistema em que, em 30 dias, a compostagem fica pronta para uso em recuperação de áreas degradadas. “O nosso setor vem de base florestal onde nós temos grande discriminação no cenário nacional e a gente vem tentando resolver alguns problemas em relação de resíduos sólidos”, afirmou Paulo Augusto Veronese, presidente do Simno/MT. 

O PRÊMIO - O Prêmio Nacional de Boas Práticas Sindicais é uma parceria entre a CNI e as federações estaduais das indústrias para valorizar e promover o compartilhamento de ações dos sindicatos que contribuem para sua sustentabilidade e que gerem valor para as indústrias representadas.

Nesta primeira edição foram inscritas 362 boas práticas, que passaram pela etapa estadual em 22 federações. As vencedoras em cada federação foram classificadas para a etapa nacional, dividida em duas fases. Na fase 1, a banca examinadora analisou as 22 boas práticas concorrentes e, dessas, selecionou as seis finalistas. A fase 2 consistiu em uma votação online que contou com mais de 3 mil participantes de todos os sindicatos da indústria. 

ENCONTRO NACIONAL DA INDÚSTRIA (ENAI) - Organizado desde 2006, o Encontro Nacional da Indústria (ENAI) reúne empresários de todo o país para debater questões estratégicas para o desenvolvimento do Brasil. Neste ano, o evento conta com a participação de mais de 2 mil representantes do setor industrial. Acompanhe a cobertura completa na Agência CNI de Notícias e as fotos no Flickr da CNI.