NOTÍCIAS

13 de Junho de 2017 às 12:19

FIEMG - PDA aborda a Gestão de SST na era eSocial

Evento foi ministrado pela CNI, em parceria com a FIEMG, Sebrae e Sindicatos

Publicada em 05/06/2017 pelo site da FIEMG

Industriais e funcionários da área de SST (Saúde e Segurança do Trabalho) nas Empresas participaram do curso Gestão de SST na era eSocial. O evento foi uma realização da CNI (Confederação Nacional das Indústrias), em parceria com a Fiemg Regional Alto Paranaíba, o Sebrae, o Sinduscon (Sindicato da Indústria da Construção Civil), o Sindivest (Sindicato Intermunicipal das Indústrias do Vestuário do Alto Paranaíba) e o Sindimetal (Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e do Material Elétrico).

O curso foi ministrado, no dia 31 de maio, pelo consultor João Carlos Victoria de Araújo. Ele é engenheiro de Minas, com especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho, Engenharia de Produção, e em Saúde e Segurança no Trabalho. É especialista em Ergonomia, Higiene Ocupacional e Análise de Dados em SST. Como consultor, atua na elaboração, organização e execução de programas de treinamento de segurança, implantação e coordenação de procedimentos e processos de SST e análise de riscos.

Ele informou que a implantação do eSocial para grandes empresas será em janeiro de 2018 e é fundamental que as empresas procurem informações o quanto antes, para evitar problemas de adaptação quando o Governo Federal cobrar os lançamentos por parte das empresas.

Ele informou que, durante o curso, contextualizou o surgimento do eSocial, em termos de Legislação e o impacto que trará sobre as práticas de SST nas empresas, uma vez que deverão ser cumpridos prazos específicos para os lançamentos de dados. “Isso irá implicar em mudança de processos internos”, acrescentou.

Ele alertou que é importante que as empresas já iniciem o processo para a qualificação do cadastro dos trabalhadores, cruzando informações de CPF, NIS, NIT ou PIS. “A segunda dica é que atualizem os programas de SST, que são obrigatórios desde 1995. Uma vez fazendo a revisão, as empresas não terão dificuldades em migrar do atual sistema para o eSocial”, destacou. Ele observou que, embora os lançamentos sejam cobrados a partir de janeiro, o Governo Federal deverá, no segundo semestre, lançar uma plataforma para teste e recomendou que os empresários aproveitem essa oportunidade de teste para conhecerem o eSocial e evitar lançamentos errados, que acarretam penalidades.

João Carlos transmitiu, ainda, boas práticas que as indústrias podem adotar em termos de adaptação à nova era. “O associativismo é fundamental para o fortalecimento das empresas. Somente associadas com outras podem fazer diferença e ou ter força maior na questão da melhoria da legislação de SST no Brasil”, destacou.