NOTÍCIAS

6 de Outubro de 2017 às 14:09

CNI e federações avaliam cenário sindical e caminhos para fortalecer os sindicatos empresariais da indústria

Gestores do PDA de 23 estados e do Distrito Federal participaram da iniciativa, que também promoveu o compartilhamento de boas práticas relacionadas essa temática, conduzidas pelas federações de indústrias.

Publicada em 06/10/2017

Workshop_10.jpg

A modernização da legislação trabalhista proporcionada pela Lei 13.467/2017, que entra em vigência em 11 de novembro, representa um avanço significativo para as relações do trabalho no Brasil. Para os sindicatos empresariais, no entanto, a nova legislação traz dois grandes desafios: preparar-se para a condução da negociação coletiva, cujo escopo ganha ainda mais relevância; e buscar alternativas para sua sustentação financeira, posto que a Contribuição Sindical passará a ser facultativa.

Com o intuito de avaliar esse cenário e alinhar como as federações e a CNI podem fortalecer os sindicatos que compõem sua base de representação, a Gerência Executiva de Desenvolvimento Associativo da Confederação Nacional da Indústria (CNI) realizou em Brasília, no dia 13 de setembro, o workshop "Ambiente Sindical: novos desafios para o Sistema Indústria".

Workshop_9.jpg

"Felizmente temos na nossa base muitos sindicatos que são verdadeiros agentes de desenvolvimento local e setorial, porém há também alguns que precisarão se reposicionar para fazer frente a essa nova realidade", ponderou a gerente de Relações Sindicais da Federação das Indústrias da Bahia, Manuela Mattos. 

"A modernização dos sindicatos já é uma preocupação da CNI e das Federações há longa data", afirmou a gerente-executiva de Desenvolvimento Associativo da CNI, Camilla Cavalcanti, ressaltando que o Programa de Desenvolvimento Associativo (PDA), criado em 2007, é o principal instrumento para essa finalidade. "O que muda agora é que cresce o senso de urgência, de forma que vamos intensificar as ações do Programa", completou. 

Gestores do Programa de Desenvolvimento Associativo (PDA) de 23 estados e do Distrito Federal participaram da iniciativa, que também promoveu o compartilhamento de boas práticas relacionadas a essa temática, conduzidas pelas federações de indústrias.