Boa Prática

10/11/2015

Início > SELO DE QUALIDADE SINPROCIM

SELO DE QUALIDADE SINPROCIM

Sindicato: Sindicato da Indústria de Produtos de Cimento no Estado da Bahia (Sinprocim/BA)

Presidente do sindicato: José Carlos Soares Telles

Mandato: 11/2013 a 11/2015

Federação: FIEB

Início de execução da prática: 6/2013
Fim de execução da prática: Até hoje

Raio-X da prática

Com o propósito de gerar diferenciação no mercado e, sobretudo, atestar que os processos produtivos das indústrias associadas do segmento de cimento, são rigorosamente controlados, o Sinprocim/BA criou o Selo de Qualidade Simprocim (SQS). O programa proposto incorpora elementos do Modelo de Excelência da Gestão (MEG) e da Série ISO 9001 de certificação do Sistema da Qualidade, mas com especificidades da produção de artefatos de cimento.
Participam do processo de certificação cinco indústrias associadas, que tiveram as atividades de obtenção do selo iniciadas, formalmente, em maio de 2015 com a participação na 1ª etapa do processo certificatório correspondente ao treinamento básico. As demais fases correspondem à realização de autodiagnóstico; busca de assessoramento externo, caso necessário; e auditoria.


Como surgiu a ideia

O setor econômico da produção de artefatos de cimento é bastante heterogêneo, tanto acerca do porte das empresas quanto em relação às práticas de processo e produtos finais comercializados no mercado. A proposta de criação do SQS se originou da necessidade de oferecer às indústrias associadas e representadas um modelo de certificação que pudesse conferir aos processos produtivos maior controle e previsibilidade e, consequentemente, a consecução de produtos conformes com padrões de qualidade e especificidades definidas por normas técnicas.
A parir de então, no ano de 2013, a descrição do modelo de certificação adotado e publicado pelo Sinprocim/BA, começaria a ganhar forma.


Como fazer acontecer

O Selo da Qualidade Sinprocim tem foco sobre a melhoria e estabilidade dos processos produtivos. Em um primeiro olhar, não há preocupações com o produto, pois o pressuposto básico é de que se os processos forem estáveis, os produtos estarão em conformidade com as características técnicas requeridas pelo mercado.
A primeira fase do processo de certificação corresponde ao treinamento básico, que tem carga horária de 8 horas e se refere à apresentação da norma regulatória para obtenção do SQS. Na sequência, as empresas estabelecem avaliação de seus processos, por meio de autodiagnostico, o que permite estabelecer análise sobre a necessidade ou não de se recorrer à ajuda externa, correspondente à terceira fase do processo.
Por fim, as empresas que se sentirem aptas ao agendamento da auditoria de certificação, passam para a fase final de obtenção do selo.
Os custos para participação do processo de certificação são de R$ 200,00 mensais relativos ao ciclo de três anos estabelecido no Termo de Cooperação assinado pelas empresas aderentes ao projeto.


Principais resultados

Embora o foco do Selo de Qualidade Sinprocim/BA seja o controle de processos, há inevitável melhoria acerca dos produtos finais, o que representa menor retrabalho, economia de matérias-primas, menor desgaste de equipamentos, fatores que, em conjunto, levam a consequentes ganhos econômicos, de produtividade e de competitividade.
A mobilização de empresas para participação coletiva em ações de capacitação também gera benefícios que se traduzem na troca de experiências e no fortalecimento da cultura da cooperação entre as indústrias participantes do programa.


Termômetro da boa prática

Complexidade: alta
Investimento: baixo
Retorno institucional: alto
Contribuição para a competitividade: alta


Resultado

A concepção do Selo da Qualidade Sinprocim (SQS) aglutina múltiplos interesses das indústrias representadas: melhoria dos processos produtivos, confiabilidade dos produtos finais, ganhos de produtividade e de competitividade e, por conseguinte, gera uma percepção de valor acerca do sindicato no cumprimento de sua missão institucional.


Saiba mais

Se você tem interesse em obter mais informações sobre a boa prática, entre em contato com o sindicato ou com a FIEB.

Sindicato da Indústria de Produtos de Cimento no Estado da Bahia (Sinprocim/BA)/BA: sinprocimba@fieb.org.br

FIEB: grs@fieb.org.br