Boa Prática

10/11/2015

Início > RADIOGRAFIA SETORIAL POR MEIO DO USO DO SIGA

RADIOGRAFIA SETORIAL POR MEIO DO USO DO SIGA

Sindicato: Sindicato das Indústrias Química, Farmacêutica e da Destilação e Refinação de Petróleo do Estado do Ceará (Sindquímica/CE)

Presidente do sindicato: Marcos Soares

Mandato: 11/2012 a 11/2016

Federação: FIEC

Início de execução da prática: 2/2013
Fim de execução da prática: Até hoje

Raio-X da prática

Por meio do uso do Sistema Integrado de Gestão da Arrecadação (SIGA), o Siindiquímica/CE realizou apuração de informações setoriais, inclusive sobre o número real de indústrias representadas que passam de 1.800 no Estado do Ceará. Até então, os dados eram apresentados na forma de projeções extraoficiais.
Outra constatação do levantamento foi a identificação da concentração territorial das empresas na Região Metropolitana de Fortaleza e em duas novas localidades: regiões Centro e Sul. Os números também revelaram que mais de 70% das indústrias representadas são de micro e pequeno porte.


Como surgiu a ideia

Sempre que necessitava, o Sindiquímica/CE recorria a informações setoriais que se baseavam em inferências acerca do número de empresas representadas, empregos gerados, dispersão territorial dos empreendimentos entre outros elementos de análise, o que, de certa forma, fragilizava algumas discussões essenciais à caracterização da expressividade econômica das indústrias químicas no Estado.
Ao conhecer o SIGA, foi imediata a percepção, por parte da diretoria do Sindiquímica/CE, sobre o potencial de uso do sistema para descrição do perfil das indústrias do setor e como ferramenta para tomada de decisão em ações e projetos, propostos pelo sindicato.


Como fazer acontecer

O sindicato havia cogitado recorrer a empresa especializada para execução do mapeamento, o que implicaria em custos representativos e incertezas razoáveis acerca das conclusões gerados pelo trabalho. Com a utilização do SIGA, o sistema é gerenciado por um único funcionário do Sindiquímica/CE.
Uma das funcionalidades do SIGA é a estratificação dos dados por localidade, atividade econômica específica na cadeia da indústria química, número de empregados e porte das empresas, o que permite oferecer variadas abordagens aos dados levantados.
Atualmente as informações são consultadas e atualizadas com regularidade e conforme necessidades identificadas pela diretoria e equipe técnica do Sindiquímica/CE.


Principais resultados

O Sindiquímica/CE tem utilizado o SIGA como importante ferramenta de apoio aos processos decisório e de formulação estratégica na entidade, de modo a respaldar a relevância do setor perante órgãos de governo, instituições parcerias e sociedade.
O melhor conhecimento sobre as indústrias representadas influenciou positivamente as discussões com o sindicato laboral nas negociações coletivas. O fato de que boa parte dos trabalhadores do setor provém de pequenas indústrias, as condições de oferta de benefícios e reajustes salariais expressivos são mais restritas.
Outra consequência do uso do SIGA, no tratamento de informações estratégicas, foi a aprovação do Projeto Pró-Química junto ao Sebrae Nacional. Diante da caracterização da prevalência de micro e pequenas indústrias na base de representação do Sindiquímica/CE, o argumento para formalização de convênio de parceria se tornou mais contundente, devido aos dados setoriais apresentados.


Termômetro da boa prática

Complexidade: baixa
Investimento: baixo
Retorno institucional: alto
Contribuição para a competitividade: alta


Resultado

O SIGA disponibiliza informações que, se bem utilizadas, podem conferir, ao gerenciador de dados, o status de ferramenta de inteligência de mercado para que os sindicatos da indústria atuem na formulação estratégica de ações, projetos e programas de interesse setorial.


Saiba mais

Se você tem interesse em obter mais informações sobre a boa prática, entre em contato com o sindicato ou com a FIEC.

Sindicato das Indústrias Química, Farmacêutica e da Destilação e Refinação de Petróleo do Estado do Ceará (Sindquímica/CE)/CE: quimica@sfiec.org.br

FIEC: lucia@sfiec.org.br