Boa Prática

10/11/2015

Início > COMISSÃO PARITÁRIA DE ACIDENTES DE TRABALHO

COMISSÃO PARITÁRIA DE ACIDENTES DE TRABALHO

Sindicato: Sindicato da Indústria da Panificação e Confeitaria do Estado de Pernambuco (Sindipão/PE)

Presidente do sindicato: Paulo Pereira dos Santos Filho

Mandato: 1/2015 a 1/2017

Federação: FIEPE

Início de execução da prática: 1/2014
Fim de execução da prática: Até hoje

Raio-X da prática

Primeira do gênero na Região Nordeste, a Comissão Paritária de Acidentes de Trabalho (CPAT) visa a criação de espaço de entendimento entre trabalhadores e empregadores para melhorar as condições laborais nas indústrias da panificação do Estado de Pernambuco.
De forma participativa, o Sindipão/PE, o Sinditrigo/PE - sindicato laboral da categoria - e o Ministério do Trabalho de Pernambuco atuam na identificação de riscos potenciais de acidentes de trabalho, na adequação de layout de produção, na substituição de equipamentos, na promoção de ações de capacitação e na adequação de procedimentos operacionais que resguardem profissionais e instalações da indústria da panificação.


Como surgiu a ideia

O histórico de bom relacionamento entre o Sindipão/PE e o Sinditrigo/PE levaram à percepção de que era possível abordar de forma conjunta questões de interesse comum. Institui-se a CPAT, inicialmente composta pelos dois sindicatos e a comissão atraiu a atenção dos órgãos locais de fiscalização trabalhista e passou a contar com a participação do Ministério do Trabalho, assumindo o atual formato de comissão paritária tripartite.


Como fazer acontecer

Inicialmente, o Sindipão/PE recorreu a uma consultoria especializada para moderação das reuniões da comissão e para que o clima mútuo de confiança existente entre os sindicatos patronal e laboral do setor fosse respaldado pela obediência a preceitos éticos e técnicos. Representantes idôneos das duas entidades foram indicados a compor a comissão, conforme perfil recomendado pela assessoria.
Após isso, a comissão passou a ser integrada pelo Ministério do Trabalho de Pernambuco e tornou-se tripartite, focando sua atuação, principalmente, em problemas relacionados às Normas Regulamentadoras (NRs), que têm trazido grande impacto para as atividades industriais.


Principais resultados

A CPAT representa importante avanço nas relações trabalhistas entre o Sindipão/PE e Sinditrigo/PE e no campo institucional contribui para o bom relacionamento com órgãos de fiscalização e inspeção do Estado de Pernambuco.
Com a atuação da comissão, os empresários reduziram o dispêndio de recursos com assuntos relacionados ao tema segurança do trabalho e puderam dirigir sua atenção a outros aspectos gerencias e operacionais que são determinantes para o sucesso nos negócios e a competitividade setorial.
Além disso, a atuação da CPAT gerou parcerias com o Ministério Público, a Vigilância Sanitária e o IPEM.


Termômetro da boa prática

Complexidade: alta
Investimento: médio
Retorno institucional: alto
Contribuição para a competitividade: média


Resultado

Com a atuação da comissão, os empresários reduziram o dispêndio de recursos com assuntos relacionados ao tema segurança do trabalho e puderam dirigir sua atenção a outros aspectos gerencias e operacionais que são determinantes para o sucesso nos negócios e a competitividade setorial.


Saiba mais

Se você tem interesse em obter mais informações sobre a boa prática, entre em contato com o sindicato ou com a FIEPE.

Sindicato da Indústria da Panificação e Confeitaria do Estado de Pernambuco (Sindipão/PE)/PE: secretariasindipao@epao.org.br

FIEPE: apoioprojetos@fiepe.org.br