Boa Prática

10/11/2015

Início > UNIÃO DE ENTIDADES SETORIAIS (EPÃO)

UNIÃO DE ENTIDADES SETORIAIS (EPÃO)

Sindicato: Sindicato da Indústria da Panificação do Estado de Pernambuco (Sindipão/PE)

Presidente do sindicato: Paulo Pereira dos Santos Filho

Mandato: 2/2014 a 2/2017

Federação: FIEPE

Início de execução da prática: 3/2012
Fim de execução da prática: Até hoje

Raio-X da prática

O Sindipão/PE atua de forma articulada e consorciada com a EPÃO (Entidades de Panificação de Pernambuco), composta também pela Associação dos Industriais de Panificação de Pernambuco (AIPP) e pela Cooperativa dos Industriais da Panificação e Confeitaria e Produtos Similares do Estado de Pernambuco (Coopancosi/PE).

Além da defesa de interesses comuns e da realização de eventos promocionais, os custos operacionais das entidades são rateados, pois as três compartilham a mesma sede, corpo funcional e estrutura.


Como surgiu a ideia

O Sindipão/PE e a AIPP atuaram em conjunto na realização de um evento do setor e, à ocasião, já haviam proposto a criação de uma identidade visual comum para promoção da ação.

Com o passar do tempo, a cooperativa dos panificadores do estado, Coopancosi/PE, se juntou ao Sindipão/PE e à AIPP e passou a integrar formalmente a EPÃO, que passou a ser a principal voz no debate de assuntos relevantes para o setor.


Como fazer acontecer

A primeira consequência da união das entidades em torno da EPÃO foi econômica, pois os custos com despesas correntes passaram a ser rateados. O quadro de funcionários também passou a ser compartilhado, o que ajudou o fortalecimento institucional e econômico dos três entidades. Para os associados, houve unificação de mensalidades, hoje no valor de R$ 150,00 por mês, e o acesso aos benefícios do sindicato e da associação.

Um dos estímulos à criação da EPÃO foi a união de esforços para promoção de eventos como o Dia Mundial do Pão, fortalecido e estendido a três municípios pernambucanos além do Recife.

A Ação Social da Panificação, idealizada para homenagear os trabalhadores da indústria de panificação e seus familiares no Dia do Panificador, comemorado em 8 de junho, também ganhou reforço com a integração das três entidades de representação setorial.


Principais resultados

A união de entidades representativas da panificação na EPÃO é percebida pelas indústrias associadas como fator de alinhamento estratégico e competitividade setorial, pois se diferencia do modelo convencional de atuação de associações empresariais, que costuma ser concorrencial e não colaborativo.

Além de proporcionar a redução dos custos operacionais, a aproximação entre Sindipão/PE, AIPP e Coopancosi/PE proporcionou maior visibilidade e resultados para o setor, visto que as três instituições passaram a atuar em conjunto na construção de posicionamentos e na interação com o Poder Público.


Termômetro da boa prática

Complexidade: alta
Investimento: baixo
Retorno institucional: alto
Contribuição para a competitividade: alta


Resultado

A união de entidades representativas da panificação na EPÃO é percebida pelas indústrias associadas como fator de alinhamento estratégico e competitividade setorial, pois se diferencia do modelo convencional de atuação de associações empresariais, que costuma ser concorrencial e não colaborativo. Além de proporcionar a redução dos custos operacionais, a aproximação entre Sindipão/PE, AIPP e Coopancosi/PE proporcionou maior visibilidade e resultados para o setor, visto que as três instituições passaram a atuar em conjunto na construção de posicionamentos e na interação com o Poder Público.


Saiba mais

Se você tem interesse em obter mais informações sobre a boa prática, entre em contato com o sindicato ou com a FIEPE.

Sindicato da Indústria da Panificação do Estado de Pernambuco (Sindipão/PE)/PE: secretariasindipao@epao.org.br

FIEPE: apoioprojetos@fiepe.org.br