Boa Prática

10/11/2015

Início > CAMPANHA MENOS SÓDIO NO PÃO

CAMPANHA MENOS SÓDIO NO PÃO

Sindicato: Sindicato das Indústrias de Panificação e Confeitaria do Estado de Goiás (Sindipão/GO)

Presidente do sindicato: Luiz Gonzaga de Almeida

Mandato: 9/2014 a 9/2017

Federação: FIEG

Início de execução da prática: 3/2012
Fim de execução da prática: Até hoje

Raio-X da prática

O excesso de sódio nos alimentos é um dos principais responsáveis pelo aumento da pressão arterial entre os brasileiros e tem sido tratada como um problema de saúde pública. Atualmente, o consumo médio per capita no país é 12 gramas de sal por dia, enquanto o recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) é de apenas 5 gramas.

A partir desse contexto, no fim de 2011, autoridades públicas e entidades do setor da panificação firmaram acordo para reduzir em 10% o uso do sódio no pão francês até o término do ano de 2014. Para tanto, foi formado um grupo de trabalho composto por representantes da Secretaria de Saúde do Estado de Goiás e do Sindipão/GO.


Como surgiu a ideia

Para cumprir o acordo firmado entre a Associação Brasileira das Indústrias de Panificação (ABIP) e o Ministério da Saúde, as panificadoras teriam que adaptar seus processos de produção.

Ciente desse desafio, o Sindipão/GO desenvolveu a campanha Menos Sódio no Pão, alertando e orientando as indústrias representadas para a necessidade de modificar as receitas de seus produtos.


Como fazer acontecer

O Sindipão/GO integrou o Grupo de Trabalho instituído pela Secretaria de Saúde do Estado de Goiás, cujo propósito era definir e promover ações de sensibilização que estimulassem a redução de sódio nos alimentos, como a realização de palestras em feiras e eventos do setor de alimentos.

Para divulgar as ações, o Sindipão/GO criou a campanha Menos Sódio no Pão, divulgada no jornal do sindicato e também por e-mail às indústrias representadas. A campanha contemplou também a realização de ações de campo em todo o estado, em parceria com órgãos municipais de saúde.


Principais resultados

A campanha do Sindipão/GO gerou mídia espontânea para o setor da panificação, por meio de uma série de reportagens veiculadas pela imprensa. Além disso, possibilitou a aproximação do sindicato com órgãos governamentais estaduais e municipais, criando um ambiente favorável para a negociação de outros assuntos de interesse do setor.

A necessidade de adaptação levou as panificadoras a aprimorar seus processos produtivos, por exemplo, ao utilizar balanças para pesagem da quantidade de ingredientes utilizados na fabricação do pão francês. Medidas como essa resultaram na oferta de produtos mais padronizados e saudáveis à sociedade goiana.

Em paralelo, para viabilizar o cumprimento dos parâmetros definidos no acordo, o Sindipão/GO liderou a articulação com os fornecedores de pré-mistura, a fim de que também reduzissem a quantidade de sódio.


Termômetro da boa prática

Complexidade: média
Investimento: baixo
Retorno institucional: alto
Contribuição para a competitividade: média


Resultado

A campanha do Sindipão/GO gerou mídia espontânea para o setor da panificação, por meio de uma série de reportagens veiculadas pela imprensa. Além disso, possibilitou a aproximação do sindicato com órgãos governamentais estaduais e municipais, criando um ambiente favorável para a negociação de outros assuntos de interesse do setor.


Saiba mais

Se você tem interesse em obter mais informações sobre a boa prática, entre em contato com o sindicato ou com a FIEG.

Sindicato das Indústrias de Panificação e Confeitaria do Estado de Goiás (Sindipão/GO)/GO: sindicatodaspadarias@bol.com.br

FIEG: daniellams.sesi@sistemafieg.org.br