Boa Prática

20/11/2017

Início > APRESENTAÇÃO DA CCT PARA RHs e CONTABILIDADE

APRESENTAÇÃO DA CCT PARA RHs e CONTABILIDADE

Sindicato: Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e do Material Elétrico de Rio do Sul (SIMMMERS/SC)

Presidente do sindicato: André Armin Odebrecht

Mandato: 9/2017 a 9/2020

Federação: FIESC

Início de execução da prática: 2/2015
Fim de execução da prática: Até hoje

Raio-X da prática

Para garantir maior segurança jurídica para o segmento eletrometal-mecânico, o Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e do Material Elétrico de Rio do Sul (SIMMMERS/SC) apresenta a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) para funcionários que atuam nas áreas de Recursos Humanos (RHs) e para empresas de Contabilidade da região. A ação foi uma maneira encontrada pela entidade para esclarecer os gestores de recursos humanos das indústrias e coordenadores de departamento pessoal dos escritórios de contabilidade sobre as principais questões estabelecidas nas negociações coletivas de trabalho.


Como surgiu a ideia

A ideia surgiu a partir da constatação do SIMMMERS/SC da ocorrência de ruídos provocados por cláusulas contidas na CCT. O sindicato percebeu que havia uma demanda por esclarecimentos, por parte dos profissionais responsáveis pela efetivação das medidas celebradas entre empresas e trabalhadores.

 

 


Como fazer acontecer

O custo financeiro para aplicação da prática restringe-se às questões burocráticas, custo de impressos e horas técnicas empregadas nas reuniões.

Para superar o problema, a entidade passou a organizar encontros com os gestores de recursos humanos das indústrias e com responsáveis pelos departamentos pessoais de escritórios de contabilidade. A prática consiste na realização de reuniões de trabalho, envolvendo esses profissionais, na sede do SIMMMERS/SC, para discussão das cláusulas convencionadas e o modo de aplicá-las. Nos encontros, todos recebem um exemplar impresso e encadernado da CCT. Cada uma das cláusulas é apresentada e debatida para que seja pacificada a maneira de colocá-la em prática.

 


Principais resultados

A apresentação da CCT para profissionais de recursos humanos e contabilidade contribui para evitar falhas na interpretação do previsto. Agiliza também a sua aplicação. A ação ajuda a melhorar o entendimento sobre os cálculos de reajuste e interpretação das cláusulas sociais. Favorece a redução do número de consultas, no decorrer do ano, sobre a interpretação de cláusulas contidas na CCT. Além disso, nas reuniões sobre o tema, sempre ocorrem contribuições dos participantes, por meio de sugestões de melhorias e esclarecimentos da redação das cláusulas. A ação, implementada com transparência, proporciona maior segurança jurídica para as indústrias e para os trabalhadores.


Termômetro da boa prática

Complexidade: Média

Investimento: Baixo

Retorno institucional: Alto

Contribuição para a competitividade: Alta


Saiba mais

Se você tem interesse em obter mais informações sobre a boa prática, entre em contato com o sindicato ou com a FIESC.

Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e do Material Elétrico de Rio do Sul (SIMMMERS/SC)/SC: dea.atendimento@fiesc.com.br

FIESC: dea.atendimento@fiesc.com.br