Boa Prática

20/11/2017

Início > LABORATÓRIO DE ANÁLISES DE GRÃOS VEGETAIS – QUALIDADE E SEGURANÇA DENTRO DOS PADRÕES OFICIAIS

LABORATÓRIO DE ANÁLISES DE GRÃOS VEGETAIS – QUALIDADE E SEGURANÇA DENTRO DOS PADRÕES OFICIAIS

Sindicato: Sindicato da Indústria do Arroz no Estado de Minas Gerais (SINDARROZ/MG)

Presidente do sindicato: Jorge Tadeu Araujo Meirelles

Mandato: 4/2016 a 3/2018

Federação: FIEMG

Início de execução da prática: 2/2016
Fim de execução da prática: Até hoje

Raio-X da prática

O Sindicato das Indústrias de Arroz de Minas Gerais (SINDARROZ/MG) construiu Laboratório de Análises de Grãos Vegetais para avaliação físico-química dos grãos de arroz, feijão e milho, garantindo a qualidade e identidade dos produtos de origem vegetal. Credenciado pelo Ministério da Agricultura e Pecuária e Abastecimento (MAPA), o laboratório possui equipamentos de ponta e, após análise técnica de grãos, emite certificado de classificação válido em todos os estados.

A classificação dos grãos é uma exigência da legislação brasileira, que regulamenta a atividade, por meio de instruções normativas do MAPA.

O laboratório contribui com a fiscalização e com o setor agroindustrial, proporcionando qualidade e segurança ao consumidor, que tem acesso a produto classificado e em conformidade com as características de identidade, qualidade, apresentação e embalagem.

O Laboratório de Análises de Grãos Vegetais recebe grãos de 32 indústrias de toda a região do Vale do Paranaíba e atende também pequenos produtores e cooperativas.


Como surgiu a ideia

Até a criação do Laboratório de Análises de Grãos Vegetais, o SINDARROZ/MG realizava as análises em conjunto com o SENAI. A parceria foi encerrada no final de 2012, data da compra dos equipamentos, que permitiu aumento da oferta de serviços e atendimento da região.

O laboratório foi desenvolvido para atender as exigências do mercado ao aperfeiçoar a classificação das características de identidade, qualidade, apresentação, embalagem e medidas determinantes da qualidade do alimento.


Como fazer acontecer

A partir da identificação da crescente exigência do mercado por qualidade dos produtos e da demanda dos filiados pelo serviço, o SINDARROZ/MG investiu R$ 90 mil na instalação do Laboratório de Análises de Grãos Vegetais. Dessa forma, a entidade passou a oferecer serviços essenciais para indústria.

Para viabilizar o trabalho, o SINDARROZ/MG possui dois técnicos responsáveis pela classificação, um veículo para coleta de amostra dos grãos e sede própria de 840m²,  com local específico para o laboratório.


Principais resultados

A abertura do Laboratório de Análises de Grãos Vegetais proporcionou aumento da receita e faturamento do SINDARROZ/MG, que passou ter recursos para oferecer novos produtos e serviços. Em 2016, o sindicato classificou, em média, 6,5 mil toneladas mensais, gerando renda para manutenção e desenvolvimento da entidade. A prática também incentivou a capacitação dos colaboradores, promoveu aproximação dos associados e conferiu maior visibilidade ao sindicato com a divulgação do laboratório e a organização de eventos, cursos e palestras em parceria com a FIEMG.

O Laboratório de Análises de Grãos Vegetais elevou a competitividade dos produtos ao atestar a qualidade e proporcionou a abertura de novos mercados, com consequente fortalecimento do segmento e geração de empregos e renda. Também contribuiu com a fiscalização, oferecendo maior segurança ao mercado consumidor, e com a elevação do padrão de qualidade dos produtos.


Termômetro da boa prática

Complexidade: Alta

Investimento: Alto

Retorno institucional: Alto

Contribuição para a competitividade: Alta


Saiba mais

Se você tem interesse em obter mais informações sobre a boa prática, entre em contato com o sindicato ou com a FIEMG.

Sindicato da Indústria do Arroz no Estado de Minas Gerais (SINDARROZ/MG)/MG: ars@fiemg.com.br

FIEMG: ars@fiemg.com.br