Boa Prática

24/10/2018

Início > SEGURANÇA ALIMENTAR

SEGURANÇA ALIMENTAR

Sindicato: SINDICATO DA INDÚSTRIA DE CAFÉ DO ESTADO DE MINAS GERAIS

Presidente do sindicato: Almir José da Silva Filho

Mandato: 1/2017 a 12/2020

Federação: FIEMG

Início de execução da prática: 1/2017

Raio-X da prática

Com o número crescente de fraudes e impurezas, resultando na baixa qualidade do café ofertado aos consumidores, percebeu-se a urgência da necessidade de se implantar a segurança alimentar na fabricação e acondicionamento do produto ofertado pelas empresas locais


Como surgiu a ideia

Estruturamos uma sala com bancadas e equipamentos específicos, para realizar todas as análises técnicas no café torrado e torrado e moído, comercializado pelas empresas locais. Contamos com a ajuda do SENAI para nos auxiliar, que disponibilizou os melhores profissionais disponíveis no mercado, para a mão de obra técnica. Conseguimos o apoio de parceiros do setor como a ABIC - Associação Brasileira da Indústria do Café. Ofertamos aos associados todas as análises de qualidade técnica, otimizando custos para a indústria ter um setor de controle de qualidade de produto final. O trabalho foi dando resultados e logo registramos o laboratório na Policia Federal e providenciamos toda a documentação necessária. Hoje, somos referência nacional nas análises de café – produto final, como: fragmentos de insetos, microscopia, umidade, ocratoxina, granulometria, classificação do produto, torra, entre outras. Prestamos serviços aos órgão públicos para aferir os produtos recebidos em licitação e passamos a receber amostras de produtores do Brasil inteiro e temos contrato com a  ABIC para monitorar o produto do estado de Minas Gerais. Também, assinamos um termo de cooperação com o Ministério Público de Minas Gerais para identificar as marcas que contenham fraudes e as que  possam prejudicar a saúde do consumidor e prejudicar as indústrias que atuam de forma regular no setor.


Como fazer acontecer

O sindicato buscou a satisfação das indústrias associadas, trabalhando em cooperação e parceria para monitorar e punir marcas impróprias ao consumo, dar legitimidade aos processos licitatórios e ganho de qualidade da bebida para o consumidor, o que propiciou o fomento do setor, bem como respeito e visibilidade em nível nacional para o produto no setor do agronegócio. Destaca-se, por último e não menos importante, o complemento de renda tangível para a manutenção e funcionamento da entidade.


Principais resultados

A boa prática gerou, em relação aos produtos ofertados, maior competitividade no mercado, confiança e satisfação  tanto dos compradores quanto do consumidor final. Propiciou também aumento da confiança dos associados e incentivo à participação sindical e incremento de renda para os produtores e comerciantes, bem como para o Sindicato, o que contribui para possibilitar melhorias na sua atuação junto aos seus clientes.


Saiba mais

Se você tem interesse em obter mais informações sobre a boa prática, entre em contato com o sindicato ou com a FIEMG.

SINDICATO DA INDÚSTRIA DE CAFÉ DO ESTADO DE MINAS GERAIS/MG: rmendes@fiemg.com.br

FIEMG: ars@fiemg.com.br