Boa Prática

15/10/2018

Início > BOAS PRÁTICAS DE FABRICAÇÃO PARA INDÚSTRIAS - BPF

BOAS PRÁTICAS DE FABRICAÇÃO PARA INDÚSTRIAS - BPF

Sindicato: SINDICATO DAS INDÚSTRIAS QUÍMICAS E FARMACÊUTICAS DO ESTADO DO PARANÁ - SINQFAR

Presidente do sindicato: Marcelo Ivan Melek

Mandato: 1/2017 a 11/2021

Federação: FIEP - PR

Início de execução da prática: 1/2017

Raio-X da prática

Curso inovador no mercado não se encontrando similar em face ao conteúdo apresentado. Foi criado visando suprir necessidade das empresas. O Sindicato percebeu a necessidade das empresas em adequar seus procedimentos técnicos, com vistas à fiscalização e ao atendimento integral das normas da ANVISA e Vigilância Sanitária Local. Tal o sucesso do curso, gerando inclusive fila de espera, que o mesmo foi ampliado em mais dois módulos, o Intermediário e o Avançado. 

Proporcionou ao Sindicato oferecer aos associados e sindicalizados um curso em três módulos distintas que atendeu à necessidade dos mesmos, maior visibilidade perante às empresas, ampliar o número de associados e para as empresas a possibilidade de aprimorar o conhecimento de seus colaboradores em assuntos extremamente importantes; utilizar a estrutura do Sindicato para evento relevante para a empresa; obter preço diferenciado na inscrição por ser associados; conhecer o trabalho desenvolvido pelo Sindicato. No período de 09 (nove) anos foram treinados:

Curso de Boas Práticas de Fabricação Nº treinados

26 Edições do Módulo Básico                     771

11 Edições do Módulo Intermediário      236

02 Edições do Módulo Avançado                 47

TOTAL: 39 Edições                                          1.054





Projeto iniciado em 2008 (em face à crise econômica paramos temporariamente de oferecer a Boa Prática por não haver demanda para tal. Será oferecido assim que o mercado retornar às contratações de colaboradores.


Como surgiu a ideia

Surgiu da observação do Presidente do Sindicato de que as empresas desenvolviam certas Boas Práticas nas indústrias sem as orientações necessárias sobre os procedimentos para fazê-los com eficácia e assim as empresas eram comumente autuadas pela fiscalização. Assim, foi pesquisado no mercado e não se encontrou curso que atendesse essa necessidade. Dessa forma, o Sindicato, em conjunto com uma técnica no assunto, elaborou o conteúdo programático de forma a atender essa demanda reprimida nas indústrias.



Para tanto foram realizadas parcerias com a Secretaria Estadual de Saúde - SESA, a qual respondeu pelo assunto “A Atuação da Vigilância Sanitária no Estado do Paraná” e com o Serviço Nacional da Indústria – Sesi, o qual ministrou o tema “Aspectos Introdutórios de Segurança no Trabalho”.


Como fazer acontecer

Em 2008 foi implantado o Curso. Para tanto foi divulgado no site da Entidade, foram confeccionados folder eletrônico e impresso, os quais foram enviados para todas as indústrias e, por ser um conteúdo de interesse a todas as empresas, abriu-se a possibilidade de inscrição para empresas de outros segmentos, e também, para estudantes. A metodologia utilizada foi: Elaboração de Apostila contendo o conteúdo a ser trabalhado em sala de aula; inicialmente foi oferecido o Boas Práticas de Fabricação - Nível Básico – BPF Básico, e em função da alta procura e atendendo aos pedidos das indústrias, criou-se o BPF Intermediário e o BPF Avançado. No Nível Intermediário os participantes trabalharam com experiência prática com a parte Teórica e a Parte Prática. Como metodologia, para participar do módulo avançado o requisito era ter feito o Intermediário; e para o Intermediário o requisito era ter participado do Básico. Ao final é efetuado a avaliação do curso para que o participante registre sua opinião acerca do evento.

A razão do sucesso, o que possibilitou a aceitação e o diferencial dessa Boas Práticas, foi ter sido criado, elaborado, em seus mínimos detalhes, visando contribuir, e efetivamente o fez, para a melhoria nas qualidades dos processos industriais.


Principais resultados

Sob a ótica da Entidade o Sindicato ganhou grande visibilidade com a implantação das Boas Práticas; fidelizou os associados do Sindicato os quais inscreveram seus colaboradores para os cursos; conquistou novos associados, a exemplo da empresa Laboratório Prado S/A, de Curitiba (que ingressou como associada motivada pelo oferecimento desse curso, com valor diferenciado ao associado; obteve a geração de receitas com o valor das inscrições; fortaleceu, perante os associados, o papel do Associativismo, com a presença da FIEP e da SEMA, participando efetivamente dos cursos. Também, como importante, tivemos a realização no período de 09 anos de 26 Edições do Curso Básico; 11 Edições do Intermediário e 02 Edições do Avançado, totalizando 1054 colaboradores treinados. Especificamente no ano de 2016 tivemos a realização de 02 cursos com a participação de 42 participantes.

Para as empresas o Curso proporcionou a melhoria na elaboração de processos com a redução de erros; a padronização de rotinas de Boas Práticas realizadas com qualidade, a mesma linguagem adotada por todos da empresa sobre o assunto, de forma homogênea; em algumas empresas proporcionou a disseminação do assunto a todos por meio de uma colaboradora que participou do curso; possibilitou a redução de custo nas empresas pela redução/extinção de erros no processo. Com isso possibilitou à empresa ampliar sua competitividade no mercado, reduzir seus custos e acidentes de trabalho além de atender as exigências legais; com a parceria com a Vigilância Sanitária local na realização dos cursos, o certificado emitido pelo Sindicato representou na prática uma chancela de que a empresa cumpria a legislação pertinente, diminuindo em muito o número de autuações.


Saiba mais

Se você tem interesse em obter mais informações sobre a boa prática, entre em contato com o sindicato ou com a FIEP - PR.

SINDICATO DAS INDÚSTRIAS QUÍMICAS E FARMACÊUTICAS DO ESTADO DO PARANÁ - SINQFAR/PR: maria.lopes@sistemafiep.org.br

FIEP - PR: ger.sindicatos@fiepr.org.br