Boa Prática

11/7/2018

Início > CRIAÇÃO DE ENTIDADE, PELO SINDICATO, PARA DESENVOLVER AÇÕES SOCIAIS NO SETOR DE ROCHAS ORNAMENTAIS DO ESPÍRITO SANTO

CRIAÇÃO DE ENTIDADE, PELO SINDICATO, PARA DESENVOLVER AÇÕES SOCIAIS NO SETOR DE ROCHAS ORNAMENTAIS DO ESPÍRITO SANTO

Sindicato: Sind. Ind. de Rochas Ornamentais / Cal e Calcários do Estado do Espírito Santo (SINDIROCHAS)

Presidente do sindicato: Tales Pena Machado

Mandato: 1/2015 a 12/2018

Federação: FINDES

Início de execução da prática: 1/2007

Raio-X da prática

A Associação de Atividades Sociais do Setor de Rochas Ornamentais do Espírito Santo tem como missão acolher crianças e adolescentes carentes inseridas nas escolas, através de práticas esportivas e culturais, promovendo deste modo aos participantes de seus projetos, formação humana e integração em suas famílias e na comunidade. É importante porque consolida o real interesse e preocupação do Sindicato e das empresas de rochas em desenvolver ações de caráter social que contribuam para a melhoria de vida e cidadania de crianças carentes, no Estado.


Como surgiu a ideia

Fundada em 22 de janeiro de 2007, a Rochativa teve sua criação originária na preocupação do Sindicato, empresários do setor e outras entidades de rochas ornamentais em desenvolver um trabalho social de forma organizada, pois até então os projetos sociais desenvolvidos no setor ocorriam de forma aleatória e individual, com méritos, é verdade, mas muitas vezes, não produzindo todos os resultados dele esperado.


Como fazer acontecer

Em 2005 aconteceu o primeiro jantar “Gourmet Rochas” idealizado pela empresa Milanez & Milaneze, com o apoio do banco do setor. Esse jantar foi realizado antes da feira de rochas Cachoeiro Stone Fair, e tinha como objetivo angariar fundos para ajuda a entidades filantrópicas existentes na cidade. A ideia foi repetida nos anos seguintes já com a participação de um número maior de voluntários, principalmente do setor de rochas, o que levou o conselho do Sindicato a encampar a iniciativa e trabalhar para torna-la maior e, agora, como parte integrante e efetiva do setor. A partir daí foram realizadas várias reuniões e decidido pela criação de uma entidade para desenvolver um trabalho social de forma organizada, pois as ações ocorridas no setor de rochas a esse respeito eram de forma aleatória e individual. A entidade foi criada com o nome de Rochativa, e o Sindicato concedeu apoio para a sua legalização. A Rochativa passou então a ser custeada pelos valores obtidos nos jantares ”Gourmet Rochas”, realizados anualmente, e pelas mensalidades pagas pelos voluntários, muitos deles fundadores da entidade. Também foram obtidas muitas doações de empresários de rochas que foram e continuam sendo importantes para o atendimento das demandas existentes.


Principais resultados

Atualmente os projetos da Rochativa acontecem nas escolas públicas de Cachoeiro de Itapemirim. Está previsto uma ampliação da sua área de atuação também para os municípios de Castelo e Atílio Vivacqua, onde os trabalhos deverão ser desenvolvidos sempre nos bairros mais carentes. Atualmente as atividades acontecem em 16 escolas de Cachoeiro de Itapemirim e os projetos dizem respeito as modalidades de: Jiu Jitsu, Capoeira, Karatê, Violão, Coral, Ballet, Dança Contemporânea, Futsal, Campanhas de Cestas Básica, Campanha de Material Escolar e outros. A Rochativa disponibiliza ainda um Consultório Psicológico para atender crianças com dificuldade de aprendizado e de relacionamento social e familiar. A associação tem a preocupação em desenvolve-las para a vida. Atualmente os projetos da Rochativa atendem 1.100 crianças, mas a meta para o ano de 2018 é alcançar o atendimento a 1.300 crianças. Durante os 11 anos de existência a Rochativa já atendeu mais de 7.000 crianças e adolescentes.


Saiba mais

Se você tem interesse em obter mais informações sobre a boa prática, entre em contato com o sindicato ou com a FINDES.

Sind. Ind. de Rochas Ornamentais / Cal e Calcários do Estado do Espírito Santo (SINDIROCHAS)/ES: sindirochas@sindirochas.com.br

FINDES: pda@findes.org.br