Boa Prática

20/11/2017

Início > SINDICATO VAI ATÉ VOCÊ - COMBATENDO O DESPERDÍCIO NA PADARIA

SINDICATO VAI ATÉ VOCÊ - COMBATENDO O DESPERDÍCIO NA PADARIA

Sindicato: Sindicato da Indústria de Panificação e Confeitaria de Santo André (SIPAN/SP)

Presidente do sindicato: Antonio Carlos Henriques

Mandato: 2/2018 a 2/2020

Federação: FIESP

Início de execução da prática: 1/2013
Fim de execução da prática: 1/12/2013

Raio-X da prática

Diminuir o desperdício nas indústrias de panificação do ABC e despertar a atenção dos manipuladores para o montante de alimentos e embalagens desperdiçados diariamente na empresa, por meio da observação do fato e reflexão sobre o problema.


Como surgiu a ideia

A proposta surgiu da necessidade de reduzir as perdas no segmento e preservar a margem de lucro do setor.

Segundo estimativa SIPAN/SP, o desperdício envolvendo hortifrutigranjeiros, frios e laticínios gira hoje em torno de 20%.

 


Como fazer acontecer

O investimento econômico se limita ao valor relativo ao transporte para as visitas técnicas.

Por se tratar de projeto piloto, inicialmente foram atendidas três empresas. Mapear o montante (em produtos e valores financeiros) perdido diariamente em decorrência do armazenamento indevido e falta de programação de compras foi a etapa inicial, seguida da coleta de dados (pesquisa, fotos e balancetes), da intervenção (palestras, sensibilização e treinamentos), acompanhamento das intervenções propostas para a empresa.


Principais resultados

A prática resulta em mais visibilidade para o SIPAN/SP, que a coloca à disposição do associado como forma de redução de custos com matéria-prima e padronização de receituário. Os associados ganham com a correta identificação dos produtos e dos locais de armazenamento de produtos e com a redução de, aproximadamente, 15 % nos custos da panificadora. O resultado é significativo: redução do estoque, fracionamento dos gêneros alimentícios; e melhoria nos procedimentos de Boas Práticas de Fabricação. Há, ainda, outras vantagens: implantação da coleta de óleo de cozinha; conscientização sobre a importância do planejamento e implantação de receituário; conscientização dos funcionários para as práticas adequadas de higiene e armazenamento.


Termômetro da boa prática

Complexidade: Baixa

Investimento: Baixo

Retorno institucional: Médio

Contribuição para a competitividade: Alta


Saiba mais

Se você tem interesse em obter mais informações sobre a boa prática, entre em contato com o sindicato ou com a FIESP.

Sindicato da Indústria de Panificação e Confeitaria de Santo André (SIPAN/SP)/SP: relacionamento@fiesp.com

FIESP: centraldeservicos@fiesp.com.br