Boa Prática
Início > OPEN BAR BUSINESS DE TI – HAPPY HOUR

OPEN BAR BUSINESS DE TI – HAPPY HOUR

Sindicato: Sindicato das Indústrias da Informação do Distrito Federal (Sinfor/DF)

Presidente do sindicato: Ricardo de Figueiredo Caldas

Mandato: 9/2015 a 9/2019

Federação: FIBRA

Início de execução da prática: 8/2013
Fim de execução da prática: 2017

Raio-X da prática

O HOB de TI ocorre com uma frequência que pode ser mensal, semanal ou anual. Pode ser realizado em bares, restaurantes, clubes e outros ambientes capazes de abrigar um encontro descontraído na capital federal. Os empresários se reúnem ao sabor da boa gastronomia brasiliense. Na pauta, sempre figuram questões cotidianas do setor, trazidas à tona sem os rigores de uma reunião formal. O convite é feito aos associados, que têm o compromisso de levar três potenciais clientes, personalidades ou autoridades para que, de forma igualmente despojada, aproveitem para estreitar laços de relacionamento, com parcerias, e avaliar oportunidades de negócios.


Como surgiu a ideia

A proposta teve origem numa sugestão feita em assembleia geral para que o Sinfor-DF estimulasse momentos de bate-papo informal e de aproximação entre empresários das indústrias associadas. A partir de então, o sindicato formatou experimentalmente o Open Bar Business de TI – Happy Hour, que foi acolhido pelo quadro social da entidade. A primeira edição foi no bar Balcony, no setor sul da cidade. A última foi uma feijoada no Centro de Convenções Israel Pinheiro.


Como fazer acontecer

Regularmente, empresários associados ao Sinfor-DF, obrigatoriamente com mensalidade sindical em dia, reúnem-se em diferentes locais de Brasília. O tom informal dos encontros cria uma atmosfera apropriada para o debate de cenários, de temas relevantes para o setor, de soluções técnicas e de novos negócios. Para aumentar a abrangência do Open Bar de TI, a comissão organizadora definiu que cada associado deve levar três potenciais compradores ou fornecedores aos eventos. Cada empresário participante arca com suas despesas e as de seus convidados. O processo de mobilização para o Open Bar é feito por uma equipe do Sinfor composta por três funcionários e cada edição tem contado com, em média, cem participantes.

Nosso objetivo na última versão do HOB de TI era fazer com que o evento fosse rentável para o sindicato. Considerando que 2016 foi um ano de muita dificuldade para o setor e que 2017 já havia se iniciado com déficit no caixa do sindicato, a diretoria teve que buscar meios de se tornar uma entidade mais independente, mais sustentável, capaz de gerar recursos para apoiar o setor.

O sindicato acredita que, nos tempos de hoje, uma entidade sindical precisa cada vez mais mostrar sua força e somente terá credibilidade se for capaz de gerar recursos, independentemente das mensalidades ou contribuições compulsórias, para investir no setor. Esse é o sindicato que o Sinfor-DF quer ser. Teremos sempre o apoio das grandes empresas, que acreditam e investem nos projetos do Sinfor. Mas as micro e as pequenas empresas precisam de apoio e de atenção para crescer, independentemente de poderem ou não pagar suas contribuições.

A última edição do HOB de TI, em 2017, foi a grande Feijoada da Tecnologia. Num ambiente de grande descontração, os empresários trataram de assuntos de interesse do setor, de parcerias, de ações importantes e de possíveis negócios com potenciais clientes convidados pelo sindicato e pelos próprios empresários.

Realizar um jantar ou almoço em um restaurante da cidade não seria rentável o suficiente para batermos a meta de receita de que precisávamos naquele período. Então decidiu-se realizar uma feijoada, em que os ingressos seriam comprados pelas grandes empresas, distribuídos entres seus clientes, profissionais e sócios. Pensando assim, o sindicato pôde realizar o evento com um público ideal para gerar negócios e parcerias.

Assim, deu-se início à venda dos ingressos – 99% foram adquiridos pelas empresas, que não deixaram de ir por conta da oportunidade e por conta do próprio investimento, o que tornou possível realizar o HOB de TI – A Feijoada da Tecnologia.


Principais resultados

Um dos aspectos positivos do Open Bar de TI é que o Sinfor-DF não realiza desembolso financeiro para sua realização. Ainda assim, a concorrência para estar presente aos encontros é grande, pois, em meio à boa gastronomia e a um entusiasmado bate-papo, surgem grandes oportunidades de negócios. Outro benefício do happy hour é o fortalecimento da rede de relacionamento entre o sindicato, as indústrias associadas, fornecedores e demandantes de serviços de TI, que passam a atuar de forma mais coesa pelo desenvolvimento do setor.

 

Na última edição, além dos resultados positivos para as empresas do setor, o evento gerou R$ 24.000,00 de receita líquida para o sindicato.

 

Considerando a venda de 99% dos ingressos, o resultado quantitativo não poderia ser diferente. Um sucesso. Esse resultado foi de suma importância para o sindicato dar andamento a importantes ações, enquanto outra boa prática estava na fase de planejamento, visando ampliar o caixa para o fechamento do ano.


Termômetro da boa prática

Complexidade: baixa Investimento: baixo Retorno institucional: médio Contribuição para a competitividade: média


Resultado

Um dos aspectos positivos do Open Bar de TI é que o Sinfor/DF não realiza desembolso financeiro para sua realização. Ainda assim, a concorrência para estar presente aos encontros é grande, pois, em meio à boa gastronomia e a um entusiasmado bate-papo, surgem grandes oportunidades de negócios.


Saiba mais

Se você tem interesse em obter mais informações sobre a boa prática, entre em contato com o sindicato ou com a FIBRA.

Sindicato das Indústrias da Informação do Distrito Federal (Sinfor/DF)/DF: sinfor@sinfor.org.br

FIBRA: assessoriasindical@sistemafibra.org.br