CNI SUSTENTABILIDADE

Edição 2017

 

A- A A+

 

 

Passados cinco anos da Conferência Rio+20 e da primeira edição do CNI Sustentabilidade, a indústria se reúne para apresentar os avanços do setor na agenda da sustentabilidade. No encontro, 14 setores industriais - além do SESI, SENAI e IEL, lançarão relatórios que reportam de forma pragmática como a indústria vem fazendo a sua parte. O CNI Sustentabilidade 2017 será realizado em 4 de outrubro, em Brasília.
 
Robótica, internet das coisas, realidade virtual, inteligência artificial, big data, nanotecnologia, indústria 4.0 – são alguns dos exemplos de tecnologias disruptivas que vêm mudando a forma como enxergamos e interagimos com o mundo. Refletir como essas inovações podem afetar o ambiente de negócios e impactar o crescimento sustentável de economias como a do Brasil é um dos objetivos desta 6ª edição do CNI Sustentabilidade.
 
Os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, lançados pela ONU, em 2015, têm sido uma relevante ferramenta para a comunicação de ações e iniciativas em prol do Desenvolvimento Sustentável. O potencial transformador dos ODS, no entanto, estão em permitir que empresas e corporações identifiquem novas oportunidades de negócios e de criação de valor, assumindo o protagonismo nos negócios sustentáveis.
 
O evento também irá debater experiências internacionais sobre instrumentos econômicos para a precificação de carbono e a agenda de mudança do clima no Brasil, para o cumprimento dos compromissos assumidos na COP-21 (Acordo de Paris).


Palestrante CNI Sustentabilidade John Elkington John Elkington

Sócio-fundador e presidente-executivo da Volans


John Elkington é descrito pela revista BusinessWeek como "o decano do movimento de sustentabilidade corporativa há mais de três décadas". Sociólogo britânico e autoridade mundial em responsabilidade corporativa e desenvolvimento sustentável, é o criador do conceito “triple bottom line”.

Atualmente, é sócio-fundador e presidente-executivo da Volans, um negócio focado no futuro, que trabalha na interseção dos movimentos de sustentabilidade, empreendedorismo e inovação. Já publicou 19 livros, com mais de 1 milhão de cópias vendidas em todo o mundo, como os best-sellers “O Guia do Consumidor Verde” (1988), “Canibais com Garfo e Faca” (1997) e “The Breakthrough Challenge: 10 Ways to Connect Today’s Profits with Tomorrow’s Bottom Line” (2014).

 

Marcos-Troyjo.jpg Marcos Troyjo

Director do BRICLab - Columbia University


Marcos Troyjo é graduado em Ciência Política e Economia pela Universidade de São Paulo (USP), doutor em Sociologia das Relações Internacionais pela USP e diplomata.

É integrante do Conselho Consultivo do Fórum Econômico Mundial, diretor do BRICLab da Universidade Columbia, pesquisador do Centre d´Études sur l´Actuel et le Quotidien (CEAQ) da Universidade Paris-Descartes (Sorbonne), fundador do Centro de Diplomacia Empresarial e conselheiro do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE).

É colunista do jornal "Folha de S.Paulo", além de autor de livros sobre desenvolvimento e assuntos globais, como "Nação-Comerciante: Poder & Prosperidade no Século 21", relacionado pela revista Americas Quarterly como um dos melhores livros sobre política, economia e negócios em 2007. Seu livro mais recente é "Desglobalização: Crônica de um Mundo em Mudança" (2016).

 

Alexander-Kossoy.jpg Alexander Kossoy

Gerente-regional América Latina CPLC - Banco Mundial

Alexander Kossoy é especialista financeiro-sênior do grupo de Financiamento em Mudanças Climáticas do Banco Mundial. Lidera as atividades do Carbon Pricing Leadership Coalition (CPLC) na América Latina, além do diálogo com parceiros regionais de setores público e privado em várias iniciativas com o Climate Action Peer Exchange (CAPE).

Desde 2010, tem sido o responsável pelo relatório sobre precificação de carbono do Banco Mundial. Dentre outras atividades, destaca-se sua atuação como membro do conselho consultivo do Brazilian Emissions Trading System Simulation. É engenheiro agrônomo (Universidade de São Paulo - USP) e mestre em Ciências de Engenharia Ambiental (Instituto de Tecnologia de Israel).


 

Eduardo-Piquero.jpg Eduardo Piquero

Diretor-geral da Plataforma Mexicana de Carbono - México (MexiCO2)

Eduardo Piquero é CEO da Mexico2, plataforma de carbono mexicana que colabora com o desenvolvimento de mercados ambientais e ajuda as empresas do país a promoverem uma economia de baixo carbono.

Trabalhou no Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) e no projeto de carbono das empresas MGM International e South Pole Carbon. É cientista político com mestrado em Ciência Política.


 

Liu-Wenbo.jpg Liu Wenbo

Coordenador do projeto Partnership for Market Readiness (PMR) - China

Liu Wenbo é coordenador do projeto Partnership for Market Readiness (PMR) na China. Participa da gestão de reforma do governo de seu país no Mecanismo de Emissões Voluntárias da China (CCER, em inglês) e no Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL).

Apoia projetos relacionados a estruturas legais, alocação de permissões públicas, capacitação de Emissions Trading Scheme (ETS) e projetos de Monitoring, Reporting and Verification (MRV), no âmbito do PMR. É engenheiro ambiental.


 

Juan-Pablo-Rodriguez.jpg Juan Pablo Rodriguez

Chefe da Divisão Técnica da Superintendencia del Medio Ambiente - Chile

Juan Pablo Rodriguez atua na Divisão de Fiscalização da Superintendência de Meio Ambiente do governo chileno. Tem mais de nove anos de experiência profissional com temas relacionados à qualidade do ar, como emissões atmosféricas e avaliação de qualidade do ar e odores.

No governo, tem conduzido processos de inspeção de diversos padrões de qualidade do ar do Chile como, por exemplo, centrais de energia e limites de emissões para indústria de fundição e plantas de descontaminação. É engenheiro civil em geografia pela Universidade de Santiago do Chile.


 

Fábio-Kanczuk.jpg Fábio Kanczuk

Secretário de Política Econômica no Ministério da Fazenda

Fábio Kanczuk é engenheiro eletrônico graduado pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), ph.d. em economia pela Universidade da Califórnia, com pós-doutorado pela Universidade Harvard. É professor titular na Universidade de São Paulo, atualmente licenciado para ocupar o cargo de Secretário de Política Econômica no Ministério da Fazenda.

 

Ivandré-Montiel.jpg Ivandré Montiel

Secretário-adjunto de Política Agrícola e Meio Ambiente no Ministério da Fazenda

Ivandré Montiel é economista graduado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS), com mestrado em Gestão do Meio Ambiente pela Universidade de Brasília (UnB). Atualmente, ocupa o cargo de Secretário Adjunto de Política Agrícola e Meio Ambiente no Ministério da Fazenda.

 

Ricardo-Gorini-de-Oliveira.jpg Ricardo Gorini de Oliveira

Diretor de Estudos Econômico-Energéticos e Ambientais da Empresa de Pesquisa Energética

Ricardo Gorini é graduado em Economia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), com MBA em Finanças pelo Ibmec-RJ, e mestrado e doutorado em Planejamento Energético (PPE) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

É aluno visitante no Energy Institute - University of Sheffield e membro do International Advisory Panel do Sustainable Gas Institute, Imperial College (ambos, Inglaterra). Já atuou na Vale na área de petróleo e gás natural, e no mercado financeiro. Atualmente, é diretor de Estudos Econômico-Energéticos e Ambientais da Empresa de Pesquisa Energética.


 

André-Luiz-Campos-de-Andrade.jpg André Luiz Campos de Andrade

Assessor na Subchefia de Análise e Acompanhamento de Políticas Governamentais da Casa Civil da Presidência da República

André Andrade é economista pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UFRJ), mestre em Economia pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e mestre em Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável pela University College London.

Desde 2006, é especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental, com atuação nos ministérios da Defesa, Previdência Social, Planejamento, Transportes e Meio Ambiente. Desde janeiro de 2017, ocupa o cargo de assessor na Subchefia de Análise e Acompanhamento de Políticas Governamentais da Casa Civil da Presidência da República.


 

8h30 - 9h30 Credenciamento
9h30 - 10h Solenidade de Abertura

José Sarney
, ministro de Estado de Meio Ambiente.
Marcos Guerra, vice-presidente da CNI e presidente do Conselho Temático de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Coema) da CNI.
10h30 - 10h30 Lançamento dos Documentos do Sistema Indústria e Associações Setoriais 

Cadernos elaborados pelo Sistema Indústria e pelas 14 associações setoriais parceiras do CNI Sustentabilidade, apresentando o avanço da agenda da sustentabilidade nos respectivos segmentos nos cinco anos pós Rio+20
10h30 - 13h

Palestra e debate:

John Elkington
, cientista social e criador do conceito Triple bottom line. Presidente executivo da Volans Ventures.
Marcos Troyjo, economista, diplomata e cientista político. Diretor do BRICLab da Universidade de Columbia

13h - 14h Almoço
14h - 15h30

Painel I – Política e Estratégias de Mercado em Mudança do Clima

Objetivo: Debater as principais experiências internacionais sobre instrumentos econômicos para a precificação de carbono e as implicações nas políticas públicas e na competitividade internacional. 

Moderador:
Alexandre Kossoy, gerente-regional América Latina CPLC - Banco Mundial

Debatedores:
Eduardo Piquero, diretor-geral da Plataforma Mexicana de Carbono - México (MexiCO2)
Liu Wenbo, coordenador do projeto Partnership for Market Readiness (PMR) - China 
Juan Pablo Rodríguez Fernández, chefe da Divisão Técnica da Superintendencia del Medio Ambiente - Chile

15h30 - 17h

Painel II – Políticas de Desenvolvimento e a Agenda de Mudança do Clima no Brasil

Objetivo: Debater as perspectivas governamentais envolvendo as estratégias das políticas de desenvolvimento do Brasil, a agenda de mudança do clima e a utilização dos instrumentos econômicos para a precificação de carbono, visando o cumprimento dos compromissos estabelecidos pelo Brasil na COP-21.

Moderador:
Marcos Troyjo, economista, diplomata e cientista político. Diretor do BRICLab da Universidade de Columbia

Debatedores:
Everton Frask Lucero, secretário de Mudança do Clima e Florestas do Ministério do Meio Ambiente
Ivandré Montiel, secretário adjunto de Política Agrícola e Meio Ambiente do Ministério da Fazenda
Ricardo Gorini de Oliveira, diretor de Estudos Econômico-Energéticos e Ambientais da Empresa de Pesquisa Energética
André Luiz Campos de Andrade, assessor da Subchefia de Análise e Acompanhamento de Políticas Governamentais da Casa Civil da Presidência da República

Download de Arquivos

Programação (PDF 525 KB)
Band-aid-4-10.jpg