Brazil 4 Business

Minas Gerais

Localizado na Região Sudeste do Brasil, o estado de Minas Gerais conta com uma área de 586 mil km² e com uma população de aproximadamente 20 milhões de habitantes. O estado corresponde por aproximadamente 10% do PIB do Brasil, posicionando-se como a terceira economia do país.

Com papel estratégico na integração nacional, o estado constitui o eixo de ligação entre as demais regiões brasileiras. Belo Horizonte, a capital, situa-se no entroncamento de grandes rodovias federais, interligando os principais centros urbanos do país, portos, aeroportos e mercados.

O estado detém a maior malha rodoferroviária do país com 27 mil km pavimentados e 5,3 mil km de ferrovias. O Aeroporto Internacional Tancredo Neves, localizado na Região Metropolitana de Belo Horizonte, é um dos mais modernos do Brasil, com 7,5% do movimento de cargas e passageiros do Brasil.

Com o início das operações do Aeroporto Indústria em Confins, primeiro desta modalidade no país, as indústrias poderão se instalar na região do entorno, usufruindo de facilidades fiscais como a suspensão de tributos de importação e operação enquadrada no Regime de Entreposto Industrial Aduaneiro. O estado conta com cinco portos secos instalados em cidades-polo do interior de Minas Gerais e que atuam no desembaraço de mercadorias, tanto na exportação quanto na importação.

Entre os motivos para investimento em Minas destacam-se:

  • O estado é o maior produtor e fornecedor de insumos industriais do Brasil, entre eles energia elétrica, água, minérios, químicos, cimento e aço;
     
  • Principal centro de distribuição atacadista do país, concentrando importantes fornecerores nacionais;
     
  • Minas Gerais possui força de trabalho qualificada, resultado de boa qualidade no ensino público e centros de capacitação técnica. O estado possui importantes universidades federais e sedia a Fundação Dom Cabral, uma das dez melhores escolas de negócios do mundo;
     
  • Os Centros Tecnológicos presentes em Minas Gerais têm foco na competitividade industrial e atendem às demandas de serviços técnicos e tecnológicos. Estes centros são focados em tecnologia automotiva, meio ambiente, metalomecânica, alimentos e bebidas, química, metrologia, eletroeletrônica, fundição e automação de manufatura, entre outros;
     
  • O Centro de Tecnologia SENAI-CETEC, em Belo Horizonte, conta com laboratórios do Instituto SENAI de Tecnologia orientados para apoio em soluções tecnológicas integradas em áreas como: automotiva, meio ambiente, metalomecânica, alimentos e bebidas, dentre outros. Há, ainda, o Instituto de Inovação, voltado para P&D em áreas como Engenharia de alta complexidade, superfícies, metalurgia e ligas especiais e processamento mineral;
     
  • O estado é conhecido por sua agropecuária moderna, com forte intensidade tecnológica e altamente diversificada situando-se entre os principais produtores nacionais de cereais, grãos, carne e recursos florestais;
  • Atualmente, Minas Gerais é berço do principal projeto de logística aérea em desenvolvimento no Brasil, com a implantação do AITN e hub aéreo nacional e internacional de cargas;
     
  • Ambiente é favorável para os investimentos nacionais e estrangeiros calcado em regras perenes e total comprometimento do estado, órgãos de fomento, prefeituras e entidades empresariais. Minas Gerais tem o Investment Grade (BBB-) e (brAAA) desde 2012;
     
  • Expertise e pioneirismo na implantação de projetos no modelo de PPP - Parcerias Público Privadas em diversas atividades.



DESCUBRA MINAS GERAIS 
Para apoiar e dar suporte aos investidores estrangeiros, o Centro Internacional de Negócios (CIN) disponibiliza aos empresários informações, serviços de consultoria, organização de feiras, eventos e missões internacionais. O CIN-FIEMG faz parte de uma rede liderada pela Confederação da Indústria (CNI) e interligada com dezenas de instituições internacionais de promoção de negócios e investimentos.

Confira, no menu à esquerda, diversas vantagens de investir em Minas Gerais e entre em contato com a nossa equipe no estado.

A indústria de Minas Gerais é a segunda em termos de Valor da Transformação Industrial (VTI), com participação de 11,9% do total. O estado possui uma base industrial diversificada, produzindo insumos industriais e produtos acabados de alto valor agregado. Os principais setores da economia mineira são: metalurgia, química, material de transporte, alimentos, têxteis, vestuário, calçados e joalheria, bem como indústrias de borracha, plásticos, móveis, além do setor da construção civil. São 65 mil empresas acima de cinco empregados e quase 1,3 milhão de trabalhadores formais.  


Cadeia metal-mecânica para mineração e P&G

O estado possui im dos maiores e mais avançados centros de produção de equipamentos e serviços, sob encomenda, para os setores de petróleo e gás (P&G) no Brasil. As empresas estão posicionadas em dois polos industriais – Região Metropolitana de Belo Horizonte e Vale do Aço. A cadeia de produção e de serviços inclui oportunidades nas áreas de engenharia, montagem industrial, metalurgia, mecânica, borracha, química, eletroeletrônica, softwares, automação, entre outras.

Dentro desta cadeia destaca-se ainda o programa Pró-Valor, desenvolvido pelo Sistema Fiemg em parceria com a Universidade Federal do Estado de Minas Gerais e o Governo do Estado, que tem como objetivo o aumento da competitividade da indústria local pela agregação de valor ao produto mineiro.


Energias renováveis

O estado apresenta excelentes oportunidades na área de geração de energia renovável, especialmente a partir de PCH (Small Hydro Plants), além de biocombustíveis e derivados plásticos, energia eólica e gás.  


TIC e eletroeletrônica

Atualmente, Minas Gerais concentra um dos principais polos de desenvolvimento de software, além de importante indústria eletrônica de comunicação, automação, produção de semicondutores- waifers e desenvolvimento de nanotecnologias. Além disto, o estado sedia o segundo maior polo industrial elétrico nas áreas de geração, transmissão e distribuição elétrica.  


Biotecnologia e saúde

Com um dos maiores polos de biotecnologia do Brasil, o estado integra universidades, centros de pesquisa, Parques tecnológicos e empresas privadas. Destaca-se no desenvolvimento de produtos e serviços nos segmentos de agrobiotecnologia, saúde humana e animal, testes rápidos, genética e reconstrução humana, além da produção de equipamentos médicos e hospitalares


Aeronáutica e defesa

O segmento  projeta-se em torno do AITN - Aeroporto Industrial Tancredo Neves, em Confins, e também na Região do Vale da Eletrônica, um polo de produtos e serviços voltados treinamento e capacitação, mecânica, fabricação e montagem de produtos para o setor aéreo e de defesa. 

Por meio do Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais (INDI) e do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), o governo do estado identifica oportunidades, dissemina informações atualizadas, orienta investidores em potencial e oferece linhas de crédito especiais. Os principais programas de fomento com suporte financeiro do governo estadual e também do BNDES são:

  • Programa de Apoio ao Investimento – Pró-Invest: financiamento de investimentos fixos ou mistos, relativo à implantação, expansão, modernização, relocalização, readequação ou reativação de empreendimentos no Estado.
     
  • Programa de Apoio ao Desenvolvimento Produtivo Integrado – Pró-Giro: financiamento do capital de giro, visando apoio à maturação e consolidação de empreendimentos.
     
  • Programa de Estruturação Comercial de Empreendimentos Estratégicos – Pró-Estruturação: financiamento exclusivo de capital de giro.
     
  • Programa de Financiamento a Produtores Integrados – Findes-Integração: assegura condições financeiras adequadas à execução de projetos de longa maturação integrados a empreendimentos agroindustriais.
     
  • Programas de fomento tecnológico: proporciona apoio e assessoria para obtenção de diversos tipos de financiamentos para projetos de inovação oferecidos por entidades estaduais e federais como: FAPEMIG, BDMG, FINEP e BNDES.
     
  • Distritos Industriais: Subsídio para aquisição de áreas de pequeno, médio e grande porte com todo infraestrutura para instalação de parques fabris em diferentes regiões do estado. O projeto é coordenado pela CODEMIG – Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais.