Brazil 4 Business

Distrito Federal

A capital é Brasília (capital nacional) com 2,8 milhões de habitantes, sendo a 4ª maior cidade Brasileira. O destaque se dá por abrigar a sede do governo federal e ser uma cidade projetada, com restrições arquitetônicas e organizacionais. Começou a ser construída em 1956 e a inauguração aconteceu em 21 de Abril de 1960, com a sede do governo sendo transferida para o local.

O PIB do Distrito Federal é o 7° maior do país e maior do Centro Oeste, totalizando aproximadamente R$ 200 Bilhões, ou 4% do país em 2013. Mesmo com a indústria em crescimento na região, o setor de serviços representa mais de 90% das receitas.

Comparativamente, o estado tem dimensões pequenas, sendo o menor do Brasil, mas tratando-se de população, ocupa a 20ª posição, afrente de 5 dos 7 estados da região Norte.

As principais razões que justificam os investimentos no Distrito Federal são:

  • Maior renda per capita do Brasil, constituindo um mercado consumidor capaz de absorver tecnologia e requinte;
  • Impulsionado pela realização da Copa do Mundo, o comércio está aquecido, demandando produção;
  • Ciente da demanda por mão de obra, o governo investe em uma série de programas de qualificação profissional;
  • Cidade nova, composta por população multicultural, o que garante enorme diversidade e confere boa qualidade de vida aos novos moradores.


Situa-se no centro de duas das maiores regiões produtoras de grãos no Brasil: Leste de Goiás e Oeste Baiano.

O estado apresenta o Programa de Apoio ao Empreendimento Produtivo do Distrito Federal (Pró-DF) e os benefícios ocorrem por meio da concessão de incentivos fiscais, tributários, creditícios, econômicos, de infraestrutura e outros.

O tamanho do benefício depende da combinação de diversas dimensões. São elas:

  • Contribuição para o desenvolvimento socioeconômico do Distrito Federal;
  • Compatibilidade com o Plano Diretor de Ordenamento Territorial do Distrito Federal (PDOT) e com o Plano Diretor da localização do empreendimento;
  • Proteção e preservação do meio ambiente;
  • Viabilidade técnica, econômica e financeira;
  • Definição das fontes relativas ao capital inicial e ao capital de giro;
  • Dimensão dos investimentos;
  • Nível de desenvolvimento tecnológico do produto ou do processo produtivo;
  • Prazo de conclusão do projeto de investimento.