Área Internacional da CNI
logo.png


O que é o Ata Carnet?


O ATA Carnet é um documento aduaneiro, emitido pelo Brasil e aceito em mais de 74 países* a um custo pré-determinado, de acordo com o valor do produto a ser exportado. É o passaporte que simplifica as etapas de exportação e importação temporária nos países em que for apresentado, oferecendo agilidade e segurança ao desembaraço aduaneiro de seus bens.


O documento assegura o trânsito aduaneiro de bens e produtos nos países de destino, sem a necessidade de controles específicos, e garante retorno ágil e seguro ao seu país de origem.

A sigla ATA combina os idiomas francês e inglês - Admission Temporaire/Temporary Admission - e quer dizer Admissão Temporária.

Países signatários da Convenção de Istambul. Confira a lista completa no site do ICC - International Chamber of Commerce.

 

 

Fale conosco

Preencha o formulário abaixo e receba atendimento exclusivo com os nossos consultores.

Formulário Ata Carnet - Página Interna (o que é)

* Os campos marcados com asterisco (*) são obrigatórios

Relógio

Com o ATA Carnet seus bens e produtos transitam por mais de um país durante o período de UM ANO.

Veja as principais vantagens:

vantagens-ata-carnet-01.png

O documento, emitido pelo Brasil, será aceito nos 74 países signatários da Convenção de Istambul.

vantagens-ata-carnet-02.png

Permite transitar com o bem por mais de um país usando o mesmo documento. 

vantagens-ata-carnet-05.png

Durante a validade do documento, é possível realizar todas as viagens necessárias sem necessidade de renovação.

vantagens-ata-carnet-03.png

Garante retorno ágil e seguro dos bens ao seu país de origem.

vantagens-ata-carnet-04.png

Simplifica etapas do processo de importação e exportação temporária com agilidade e segurança, tornando-o praticamente automático. 

vantagens-ata-carnet-06.png

Emissão rápida, estimada entre 24 e 48 horas a partir da solicitação no sistema online.

O ATA no Brasil e no Mundo

Em 28 de junho de 2016, a CNI firmou Carta Compromisso com a Receita Federal do Brasil (RFB) para inicio da operação do ATA Carnet no Brasil. Desde então, a Receita Federal do Brasil reconhece as operações de admissão temporária amparadas pelo ATA Carnet, nos termos estabelecidos nos Anexos B1, B2, B5 e B6 da Convenção de Istambul. A aduana brasileira também passa a reconhecer ATAs de outros países. 

Com a assinatura, o Brasil se tornou o 75º país no mundo a aderir ao sistema, sendo o pioneiro entre as nações do Mercosul. Desde 19 de setembro, a operação é realizada pelas federações da indústria dos estados de Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo e Ceará, mas o serviço pode ser solicitado em qualquer uma das 27 federações de indústria estaduais ligadas à CNI.

Os 74 países que já trabalham com o ATA Carnet representam quase 75% do fluxo de comércio  exterior (importação e exportação) do Brasil. Entre eles, estão alguns dos principais parceiros comerciais do país, como Estados Unidos, China, Alemanha, Japão e México.


SAIBA MAIS
Leia mais sobre a assinatura do termo de compromisso na Agência CNI de Notícias.

icon-Prancheta 1.png


O papel da CNI

Como mais uma medida de incentivo ao comércio internacional, a CNI integrou à parceria da Câmara Internacional de Comércio (ICC) e da Organização Mundial de Aduanas (WCO) para implantação do sistema ATA Carnet no Brasil. A Receita Federal do Brasil (RFB) autorizou, por meio de licitação pública, a operação da CNI na emissão de ATAs Carnet.

A CNI atua por meio dos Centros Internacionais de Negócios, ligados às federações de indústrias estaduais, que farão um papel de análise, seguro garantia e aprovação. Todo o processo será feito online. 

Parceiros

Os parceiros na emissão do ATA Carnet são:


A Receita Federal do Brasil monitora e valida os ATA Carnets emitidos no país para exportações temporárias e também reconhece os ATA Carnet emitidos por entidades no exterior para o caso das admissões temporárias brasileiras.

Coordenada nacionalmente pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) a Rede Brasileira de Centros Internacionais de Negócios (Rede CIN) trabalha pela internacionalização de empresas brasileiras. Por intermédio de uma rede que agrega 27 Centros Internacionais de Negócios espalhados pelo país, a Rede CIN analisa e aprova as solicitações de ATA Carnet feitas por empresas.

Criada em 1919, a International Chamber of Commerce (ICC) contribui para o crescimento do comércio internacional e o desenvolvimento da economia global. Conta com Comitês Nacionais em 94 paises é encarregada da criação de regras globais e padrões para transações do comércio internacional, como os Incoterms® e os Modelos de Contratos. É porta-voz de empresas nas Nações Unidas, na OMC e no G20, influenciando no desenvolvimento de políticas de importância vital para os negócios internacionais.

 

 

 

topo