NOTÍCIAS

1 de Dezembro de 2017 às 14:54

A- A A+

Na MEI, Ministério da Saúde anuncia parceria de R$ 150 milhões com a Embrapii para tecnologias voltadas à saúde

Além do enfrentamento de doenças, o recurso poderá incentivar universidades e institutos de pesquisas credenciadas à Embrapii no desenvolvimento de tecnologias que permitam melhorar a experiência do usuário do SUS, como software e aplicativos

MEI-1140-011217.jpg

A última reunião de 2017 do Comitê de Líderes da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI), coordenada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), serviu de palco para o anúncio de R$ 150 milhões em investimentos do Ministério da Saúde e do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Telecomunicações (MCTIC) para desenvolvimento de tecnologias para o Sistema Único de Saúde (SUS) por meio da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii).

O acordo foi assinado nesta sexta-feira (1º) entre os ministros da Saúde, Ricardo Barros, o de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação, Gilberto Kassab, e o diretor-presidente da Embrapii, Jorge Guimarães, em São Paulo. Os recursos serão disponibilizados ao longo de dois anos para 42 unidades de pesquisa, entre universidades e institutos, credenciadas pela Embrapii.

“A tecnologia na saúde tem sido a solução para o aumento do acesso das pessoas a novos medicamentos e procedimentos. Estamos tratando de um grande desafio, que é permitir que os pesquisadores e empresários possam produzir essas funções tecnológicas para que todos nós possamos viver bem com os recursos que os SUS disponibiliza”, destacou o ministro Ricardo Barros.

Além do enfrentamento de doenças, o recurso poderá incentivar as unidades Embrapii no desenvolvimento de tecnologias que permitam melhorar a experiência do usuário do SUS, como software e aplicativos. A expectativa é que o acordo contribua ainda na construção de políticas públicas de saúde.

O presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, lembrou que o acordo confirma a importância do modelo Embrapii, criado dentro da MEI, que desburocratiza o desenvolvimento de parcerias para inovação entre centros de pesquisa e empresas. “Parcerias como esta mostram o acerto da Embrapii e refletem a importância das discussões que mantivemos no âmbito da MEI”, afirmou.

Para o diretor-presidente da Embrapii, Jorge Guimarães, a parceria vai contribuir para o aumento da competitividade da indústria nacional na produção de produtos para a saúde. “Fortalecer o setor com o desenvolvimento de tecnologias traz inúmeros ganhos: o econômico, à medida que o investimento pode reverter a situação da balança comercial; e o social, já que possibilita a ampliação do acesso e a melhoria da saúde pública”, ressaltou Guimarães.

SALA DE INOVAÇÃO – O ministro de Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Marcos Pereira, fez um balanço do ano, ressaltando conquistas como melhorias no funcionamento do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), a exemplo de acordos de aceleração de análise de patentes com o Japão e o Escritório Europeu de Patentes. Ele também afirmou que em breve serão anunciados recursos para modernizar a estrutura do INPI.

Além disso, Pereira demonstrou otimismo de que, ainda neste ano, saia o decreto que institui as Salas de Inovação, demanda antiga do setor empresarial. As salas funcionarão como hub de informações governamentais sobre atração de centros de pesquisa, desenvolvimento e inovação para o Brasil. “O decreto está na Casa Civil e temos a expectativa de lançar as Salas de Inovação em breve. Será um avanço para ampliarmos o número de centros de P&D no país”, afirmou.

APP – Por fim, a reunião também serviu para a assinatura de um acordo entre a CNI e a Totvs para o desenvolvimento de um aplicativo da MEI. “Com esse aplicativo, queremos estimular o engajamento das lideranças empresariais e também a contribuição técnica dos CEOs na construção de propostas da MEI”, afirmou Robson Braga de Andrade. A previsão é que a ferramenta seja lançada na primeira reunião do Comitê de Líderes de 2018, no dia 2 de março.

Por Ariadne Sakkis
Foto: Adri Felden/Argos Foto 
Da Agência CNI de Notícias

Leia mais

CNI apresenta o Projeto Indústria 2027 e ações da MEI na Conferência Global de Inovação

CNI e SENAI são destaques de especial sobre inovação do UOL

9 megatendências da inovação na Indústria 4.0

Institutos SENAI de Inovação preparam o Brasil para a nova revolução industrial

SISTEMA INDÚSTRIA NAS REDES SOCIAIS

CNI: SlideShare | YouTube | Flickr | Google Plus | Instagram | Facebook | Twitter | SoundCloud | LinkedIn
SESI: Facebook | YouTube | LinkedIn
SENAI: Facebook | Instagram | YouTube | Spotify | Twitter
IEL: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube | Snapchat | LinkedIn

Comentários