NOTÍCIAS

9 de Novembro de 2017 às 18:20

A- A A+

Governo investirá mais de R$ 130 bilhões para concluir obras paradas

Programa Agora, é Avançar prevê a retomada de 7.439 obras em todo o país. A ideia é concluir os projetos até o fim de 2018

 

Lançamento do Programa Avançar: discurso do ministro do Planejamento Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira

Dyogo Oliveira.jpg

 

O governo federal investirá R$ 130,97 bilhões na conclusão de 7.439 obras que estão paradas em todo o Brasil. Os projetos terão investimentos do Orçamento Geral da União (OGU), do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e de empresas estatais. "São obras estruturantes, que têm disponibilidade orçamentária e possibilidade de conclusão até o fim de 2018", disse o ministro do Planejamento, Dyogo de Oliveira, nesta quinta-feira (9), no lançamento do programa Agora, é Avançar. A solenidade, realizada no Palácio do Planalto, teve a participação do presidente Michel Temer, de ministros, parlamentares e empresários. O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, também participou do evento.

Entre as obras previstas no programa estão a construção, recuperação e manutenção de rodovias, hidrovias e ferrovias, recuperação de pistas de aeroportos, construção de moradias populares, ampliação de redes de água e saneamento básico, entre outras. De acordo com Dyogo de Oliveira, o Avança, Brasil é um programa realista, que considera a austeridade e o ajuste fiscal necessário para o país.

As obras que serão tocadas foram selecionadas a partir de negociações entre os ministérios da Fazenda, do Planejamento, das Cidades, de Minas e Energia e dos Transportes, Portos e Aviação Civil. "Vamos retomar alguns contratos que estavam parados há 13 anos", disse o ministro das Cidades, Bruno Araújo. 

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, destacou que as ações do governo para recuperar a estabilidade econômica, controlar as contas públicas e reduzir os juros começam a surtir efeito. O Brasil voltou a crescer e a expectativa é que a economia tenha uma expansão de 3% em 2018. O presidente Michel Temer afirmou que o Agora, é Avançar é mais uma iniciativa do governo para promover o crescimento e o emprego.

CNI DEFENDE INVESTIMENTOS - Na avaliação da CNI, os investimentos em infraestrutura de transporte, energia e saneamento básico são cruciais para a retomada do crescimento econômico, para reduzir os custos e aumentar a produtividade do país. A indústria defende o aumento da participação da iniciativa privada nas obras de infraestrutura para acelerar a ampliação e a modernização do país.


Da Agência CNI de Notícias
Por Verene Wolke
Foto: Palácio do Planalto - Alan Santos

Leia mais

Concessões são decisivas para recuperação e modernização da infraestrutura, avalia CNI

ARTIGO: O nó burocrático no setor portuário

Sistema ferroviário precisa aumentar sua competitividade e integração, afirma presidente do Conselho de Infraestrutura da CNI

Privatização de aeroportos ajudará a diminuir déficit na infraestrutura, avalia CNI

SISTEMA INDÚSTRIA NAS REDES SOCIAIS

CNI: SlideShare | YouTube | Flickr | Google Plus | Instagram | Facebook | Twitter | SoundCloud | LinkedIn
SESI: Facebook | YouTube | LinkedIn
SENAI: Facebook | Instagram | YouTube | Spotify | Twitter
IEL: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube | Snapchat | LinkedIn

Comentários