NOTÍCIAS

28 de Novembro de 2017 às 14:21

A- A A+

4 mudanças que as empresas podem implementar rumo à Indústria 4.0

Os quatro princípios básicos para a mudança acontecer são interoperabilidade, transparência informacional, assitência técnica e descentralização das decisões 

Os pesquisadores Mario Hermann (TU Dortmund University), Tobias Pentek (CDQ AG) e Boris Otto (Fraunhofer IML) analisaram os recentes trabalhos acadêmicos sobre os processos de migração de indústrias para o novo modelo fabril. O texto, de 2016, resume as conclusões do estudo e pode ajudar empresas que querem identificar processos cruciais e implementar mudanças.

indutria-4.0-28.11.2017-530x315.jpg

 

1. Interoperabilidade

Máquinas, dispositivos, sensores e pessoas devem estar conectados e ter capacidade de comunicação por meio da Internet das Coisas e da Internet das Pessoas.

 

2. Transparência informacional 

Sistemas informacionais devem ser capazes de ter uma cópia virtual do mundo físico por meio da implantação de sensores digitais em equipamentos.

 

3. Assistência técnica

As pessoas devem ser constantemente auxiliadas em suas decisões por sistemas informatizados. Esses sistemas devem oferecer um painel visual completo dos dados de funcionamento da indústria. Devem, ainda, realizar tarefas desagradáveis, cansativas ou perigosas que atualmente são feitas por pessoas.

 

4. Descentralização das decisões 

Os sistemas digitais devem ter a maior autonomia possível para realizar suas tarefas e tomar decisões. Só em casos excepcionais ou quando houver conflitos de objetivos é que tarefas ou decisões devem ser submetidas a um nível superior.


As principais tecnologias...
• Robótica Avançada
• Novos Materiais / Materiais Inteligentes
• Inteligência Artificial

• Computação em Nuvem 
• Manufatura Aditiva / Híbrida
• Internet das Coisas (IoT)
• Impressão 3D
• Big Data

...e Os impactos esperados
• Redução nos custos de manutenção 
de equipamentos entre 10% e 40%
• Diminuição no consumo de energia 
entre 10% e 20%
• Aumento entre 10% e 25% 
na produtividade do trabalho

Revoluções industriais
Como saímos dos modelos a vapor e chegamos à etapa digital

Indústria 1.0
Começou no Reino Unido, no final do século XVIII, com a introdução de métodos de produção mecânica e a aplicação de energia a vapor.

Indústria 2.0
Teve início no princípio do século XX e foi marcada pela produção industrial em massa, baseada em linhas de montagem.

Indústria 3.0
Iniciada na década de 1970, foi marcada pela automatização dos processos de produção e pelo uso de produtos eletrônicos e tecnologia da informação. 

Indústria 4.0
Nesta década, a interconectividade e a análise de dados têm permitido a fusão dos mundos real e virtual na produção, agora muito mais eficiente.

Da Revista Indústria Brasileira
Para Agência CNI de Notícias 

Leia mais

Estude no SENAI! Confira os cursos com matrículas abertas em todo o Brasil

9 megatendências da inovação na Indústria 4.0

Programa do SENAI em parceria com o governo leva Indústria 4.0 a pequenas e médias empresas

CNI, Microsoft e Gartner participam de evento sobre Indústria 4.0 em Curitiba

SISTEMA INDÚSTRIA NAS REDES SOCIAIS

CNI: SlideShare | YouTube | Flickr | Google Plus | Instagram | Facebook | Twitter | SoundCloud | LinkedIn
SESI: Facebook | YouTube | LinkedIn
SENAI: Facebook | Instagram | YouTube | Spotify | Twitter
IEL: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube | Snapchat | LinkedIn

Comentários