NOTÍCIAS

6 de Outubro de 2017 às 16:17

A- A A+

Registro de patente para MPEs pode sair em menos de um ano no Brasil

Via expressa aberta pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) faz com que decisão sobre patente saia mais rápido que no Japão, país com a tramitação mais rápida do mundo 

Uma pequena empresa pode ter um pedido de patente decidido em 279 dias no Brasil. O tempo é 13 vezes menor que o trâmite normal, mostra levantamento da Confederação Nacional da Indústria (CNI) com base em dados do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI).

O exame é mais rápido que no Japão, que tem o trâmite médio de 1,3 ano, o mais rápido do mundo. A agilidade para micro e pequenas empresas (MPEs) se dá por uma fila exclusiva que o INPI abriu desde o ano passado.

Em contrapartida, a fila tradicional no Brasil exige paciência, pois o tempo de análise supera 10 anos. Hoje, há cerca de 230 mil pedidos aguardando análise.

GUIA - Recentemente, o Programa de Propriedade Intelectual da CNI fez um guia rápido e prático especialmente para pequenos negócios sobre propriedade intelectual, com informações sobre para que servem e sobre como garantir a proteção dos direitos de autor, de registro de marca ou de desenho industrial, além, claro, como fazer o depósito de uma patente. É possível baixar o documento aqui

Por Ariadne Sakkis 
Da Agência CNI de Notícias

Leia mais

Competições de educação profissional melhoram ensino em sala de aula

Cinco anos após Rio+20, setor industrial faz balanço sobre avanços e desafios na agenda de sustentabilidade

ARTIGO: Estoque de patentes condena país ao atraso

SENAI firma parceria com a Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha para projetos de inovação

SISTEMA INDÚSTRIA NAS REDES SOCIAIS

CNI: SlideShare | YouTube | Flickr | Google Plus | Instagram | Facebook | Twitter | SoundCloud | LinkedIn
SESI: Facebook | YouTube | LinkedIn
SENAI: Facebook | Instagram | YouTube | Spotify | Twitter
IEL: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube | Snapchat | LinkedIn

Comentários