NOTÍCIAS

11 de Outubro de 2017 às 13:58

A- A A+

ARTIGO: O avanço da tecnologia e as transformações na sociedade

Segundo o vice-presidente da CNI e diretor do IEL, Paulo Afonso Ferreira, o Brasil precisa estar preparado para enfrentar desafios decorrentes de avanços tecnológicos. Entidades como SENAI e SESI têm feito seu papel ao prestar serviços relevantes em inovação e qualificação para o setor industrial

Paulo Afonso é vice-presidente da CNI

Paulo-Afonso-380-interna.jpg
Mudar é preciso, sendo imprescindível estarmos preparados para lidar com a velocidade em que ocorrem as transformações na sociedade. É algo supreendente e sem precendentes o quanto mudamos na forma de comunicar, relacionar, produzir, consumir e se informar... Podemos perceber isso no mundo do trabalho, no consumo e nos hábitos da população, como exemplo pedir uma refeição, um transporte, fazer uma compra, uma transferência bancária e realizar uma reunião pelo celular.

Estamos conectados 24 horas por dia e podemos acompanhar em tempo real tudo que ocorre do outro lado do mundo. A tecnologia e a inovação são dois itens que proporcionam evolução e revolução. Quem não acompanhar esse ritmo de transformação fica desatualizado e fora do contexto social. Há um tempo falava-se em globalização, que era a quebra de barreiras entre países. Chegamos na era digital, em que as informações transitam em velocidade instantânea e há comunicação direta entre as pessoas, sem limites de tempo e espaço, estamos falando na quarta revolução industrial e na indústria 4.0.

Por muito tempo temia-se o avanço tecnológico e não tínhamos a noção de onde poderíamos chegar. Falava-se em substituir o homem pela máquina, mas o que podemos perceber é que houve uma integração entre eles. O maior patrimônio das empresas é seu capital intelectual e de seus colaboradores. O ser humano, principalmente dotado de conhecimento, será sempre necessário na concepção de produtos, serviços e na interface com a máquina.

Além de lutar pela sobrevivência em mercado acirrado e de elevados custos, as empresas precisam intensificar essa cultura de inovação para se tornarem competitivas. O grande diferencial é criar meios inteligentes de gerar informações, integrar sistemas e oferecer soluções. São necessárias políticas de incentivo à pesquisa e à ciência. Essa é uma realidade em vários países, que ao longo dos anos têm investido em avanços tecnólogicos e na inovação, como: Alemanha, Estados Unidos, Japão, Coreia. São nações que valorizam e têm orgulho de suas empresas.

Não temos noção de onde chegaremos com o avanço da tecnologia, mas precisamos estar preparados.

O Sistema CNI (CNI, SESI, SENAI e IEL) tem dado importante contribuição neste sentido, com investimentos em sistemas de informação, na capacitação de seus colaboradores, disseminando conhecimento e oferecendo serviços a empresas nacionais com foco na inovação, na qualificação profissional e no desenvolvimento tecnológico, que redundarão em benefícios para toda a sociedade.

São instituições sérias, transparentes e que estão em sintonia com as demandas do mercado e das empresas. Como exemplo temos o SENAI, considerado um dos maiores complexos de educação profissional e de serviços tecnológicos do mundo, que tem atuado em todo Brasil por meio de seus Institutos de Tecnologia e Inovação, oferecendo formação profissional e consultorias.

O Instituto Euvaldo Lodi (IEL) coordena a Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI), que reúne grandes empresas no desenvolvimento de políticas para desenvolvimento da inovação na indústria. São algumas ações para fortalecimento da indústria nacional, para que seja inovadora e competitiva, o que contribuirá com o desenvolvimento do Brasil.

Que cada um esteja envolvido neste contexto, pois o momento é propício para avaliarmos as oportunidades de mudanças, o como devemos nos preparar para fazermos gestão da própria vida, mudarmos hábitos, pensamentos, posturas e enfrentarmos o futuro.

O artigo foi publicado nesta quarta-feira (11) no jornal Diário da Manhã

Leia mais

Seis em cada dez brasileiros acreditam que seu padrão de vida estará melhor ou muito melhor em cinco anos

Consumo alavanca retomada da economia, mas avanço no ajuste fiscal é condição para crescimento sustentado, diz CNI

CNI e SENAI são destaques de especial sobre inovação do UOL

CNI realiza seminário para debater a modernização da legislação trabalhista

SISTEMA INDÚSTRIA NAS REDES SOCIAIS

CNI: SlideShare | YouTube | Flickr | Google Plus | Instagram | Facebook | Twitter | SoundCloud | LinkedIn
SESI: Facebook | YouTube | LinkedIn
SENAI: Facebook | Instagram | YouTube | Spotify | Twitter
IEL: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube | Snapchat | LinkedIn

Comentários