NOTÍCIAS

8 de Agosto de 2017 às 19:23

A- A A+

Mais imposto é sinônimo de menos emprego, diz presidente da CNI

Robson Braga de Andrade destaca que aumento das receitas do governo depende do crescimento econômico. Ele defende o corte de gastos públicos e a implementação das reformas importantes para o país

ROBSON BRAGA DE ANDRADE 345 080817.jpg
Outro aumento de impostos será mais um retrocesso para o Brasil e frustrará as expectativas de que 2018 seria melhor do que 2017. A avaliação é do presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade.

"Um eventual aumento dos tributos ampliará a recessão, pois retirará recursos do consumo, da produção e da geração de empregos", disse Andrade ao comentar a possibilidade de o governo federal criar uma nova alíquota de Imposto de Renda para pessoa física e rever desonerações e o Reintegra, programa que restitui parte dos tributos pagos pelos exportadores.
 

O presidente da CNI destacou que, ao estudar a elevação dos tributos para alcançar a meta fiscal, “o governo dá um sinal errado, na hora errada”.  Ele explica que o aumento das receitas depende do crescimento da economia. Por isso, neste momento, o equilíbrio das contas públicas depende da revisão dos gastos do governo e da implementação de reformas importantes para a economia, como a da Previdência Social.
 

Robson Andrade lembra que a carga tributária no Brasil está entre as mais elevadas do mundo, o que tira a competitividade das empresas brasileiras e reduz a disposição dos empresários para fazer investimentos. "Mais imposto é sinônimo de menos investimentos e, por consequência, de menos empregos", acrescenta o presidente da CNI.


Da Agência CNI de Notícias

Leia mais

Destravar comércio exterior contribuirá para retomada do crescimento, diz CNI

Diálogo da Rede Sindical debate impactos da nova legislação trabalhista

Aumenta a confiança dos brasileiros nas pessoas, mostra pesquisa da CNI

Brasil e Irã negociam acordos para atingir meta de US$ 5 bilhões no comércio bilateral

SISTEMA INDÚSTRIA NAS REDES SOCIAIS

CNI: SlideShare | YouTube | Flickr | Google Plus | Instagram | Facebook | Twitter | SoundCloud | LinkedIn
SESI: Facebook | YouTube | LinkedIn
SENAI: Facebook | Instagram | YouTube | Spotify | Twitter
IEL: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube | Snapchat | LinkedIn

Comentários