NOTÍCIAS

11 de Agosto de 2017 às 17:33

A- A A+

Empresários apresentam ao governo propostas para aumentar participação do Brasil em acordos internacionais de serviços

Evento será realizado pela Câmara de Comércio Internacional, em parceria com a CNI, nesta segunda-feira (14), em São Paulo. Objetivo é aumentar a presença do Brasil no comércio internacional de serviços

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) apresenta ao governo propostas para aumentar a participação do país em acordos comerciais de serviços em evento de lançamento da Comissão de Políticas de Comércio da Câmara de Comércio Internacional (ICC, na sigla em inglês) no Brasil, nesta segunda-feira (14), em São Paulo. O encontro contará com a presença do ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Marcos Pereira; do presidente da ICC Brasil, Daniel Feffer; e do diretor de Políticas e Estratégia da CNI José Augusto Fernandes.

A nova comissão do ICC no Brasil pretende defender a entrada do Brasil em tratados comerciais de serviços prioritários, como o Acordo de Comércio de Serviços (TISA), além de apresentar propostas ao governo para melhorar a regulamentação.

Na ocasião, a CNI apresentará estudo sobre a participação do país nos acordos comerciais de serviços e as prioridades para aumentar as exportações do setor. O segmento de serviços representava 71% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro e 66% dos empregos em 2014. Apesar desse peso do setor para a economia, o Brasil possui apenas dois acordos comerciais de serviços, um com o Mercosul e outro com o Chile.


SERVIÇO

Lançamento da Comissão de Políticas de Comércio da Câmara de Comércio Internacional
Dia e horário:
14 de agosto, às 9h
Local: ICC Brasil - Comitê Brasileiro da Câmara de Comércio Internacional - Rua Surubim, 504 – 9º andar
Consulte a programação completa do evento.
 

Leia mais

Avançam acordos do Brasil com México e Argentina

Faturamento de quase metade das indústrias é insuficiente para pagar dívidas, diz estudo da CNI

Destravar comércio exterior contribuirá para retomada do crescimento, diz CNI

Mais imposto é sinônimo de menos emprego, diz presidente da CNI

SISTEMA INDÚSTRIA NAS REDES SOCIAIS

CNI: SlideShare | YouTube | Flickr | Google Plus | Instagram | Facebook | Twitter | SoundCloud | LinkedIn
SESI: Facebook | YouTube | LinkedIn
SENAI: Facebook | Instagram | YouTube | Spotify | Twitter
IEL: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube | Snapchat | LinkedIn

Comentários