NOTÍCIAS

14 de Julho de 2017 às 11:49

A- A A+

VÍDEO: Reforma trabalhista contribuirá para harmonizar as relações do trabalho. Confira no Minuto da Indústria

A modernização das leis trabalhistas reduzirá o quadro de conflito judicial no mundo do trabalho


A reforma trabalhista está alinhada com a economia moderna e deve reduzir o grande número de ações trabalhistas, segundo a CNI.  Além disso, haverá segurança para a negociação coletiva, que é o diálogo entre empresas e trabalhadores na busca de boas soluções para todos, na rotina do trabalho. Tudo é feito, sem excluir os direitos constitucionais dos trabalhadores.

Outro destaque da semana é a queda dos juros que ajudou a conter o aumento dos custos da indústria brasileira no primeiro trimestre, segundo pequisa da CNI. Um exemplo disso foi a redução dos gastos das empresas com capital de giro que caiu 5,2 % de janeiro a março deste ano na comparação com o último trimestre de 2016.

O Minuto da Indústria mostra também que o SENAI, além de referência em educação profissional no mundo todo, oferece soluções em tecnologia e inovação com serviços de pesquisa, consultoria, metrologia e certificação.

SAIBA MAIS - O Minuto da Indústria é uma produção da Agência CNI de Notícias veiculado todas as sexta-feiras. O vídeo traz os principais assuntos que foram destaque na indústria brasileira.

Roteiro e apresentação: João Pimentel
Imagens e edição de vídeo: Gilberto Sousa
Da Agência CNI de Notícias 

Leia mais

Reforma trabalhista é sancionada e entrará em vigor em 120 dias

15 avanços que a Reforma Trabalhista traz para você e para o Brasil

Diálogo da Rede Sindical debate impactos da nova legislação trabalhista

Queda dos juros ajuda a conter aumento dos custos da indústria brasileira, diz CNI

SISTEMA INDÚSTRIA NAS REDES SOCIAIS

CNI: SlideShare | YouTube | Flickr | Google Plus | Instagram | Facebook | Twitter | SoundCloud | LinkedIn
SESI: Facebook | YouTube | LinkedIn
SENAI: Facebook | Instagram | YouTube | Spotify | Twitter
IEL: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube | Snapchat | LinkedIn

Comentários