NOTÍCIAS

12 de Julho de 2017 às 19:00

A- A A+

Secretário municipal de São Paulo quer sinergia com o setor privado para desenvolver projetos de inovação

Núcleo Estadual de Inovação do IEL-SP reuniu representantes de empresas e da academia para reunião em que Daniel Annenberg apresentou os desafios da gestão para soluções inovadoras

“O IEL, como um dos hubs para a inovação em São Paulo, tem como missão funcionar como um facilitador, um articulador da inovação” - Eduardo Vaz

Reunião-no-IEL-de-São-Paulo-640-x-360.jpg
O Núcleo Estadual de Inovação do Instituto Euvaldo Lodi de São Paulo (IEL-SP) reuniu na segunda-feira (10) importantes atores do ecossistema de inovação do Estado de São Paulo para que o secretário Municipal de Inovação e Tecnologia, Daniel Annenberg, apresentasse, a pedido do núcleo, os principais problemas da cidade para startups, parques tecnológicos, empresas, agências de fomento e representantes da academia.

O objetivo do núcleo foi colocar o ecossistema de inovação do Estado de São Paulo em contato com o secretário para pensarem em soluções inovadoras para os desafios apresentados. Estiveram presentes nesse evento representantes da FAPESP, DESENVOLVE SP e FINEP, importantes agências de fomento à inovação, além de representantes de empresas e da academia e membros do Núcleo Estadual de Inovação.

O diretor da Confederação Nacional da Indústria (CNI) em São Paulo e do IEL-SP, Carlos Alberto Pires, colocou o IEL à disposição para contribuir na identificação de sinergias entre as demandas do setor público com as ofertas do setor privado. Ele sugeriu a Annenberg que a Prefeitura crie um espaço em seu portal que reúna os principais problemas do município para que o setor privado possa identificar os gargalos e apresentar sugestões e projetos em parceria com startups.

“O nome do jogo é sinergia. Vamos dar continuidade a esse contato e avançar na busca por soluções. Todo movimento no sentido de alavancar a inovação é válido. Temos problemas para resolver, mas também temos acesso à capital e empreendedores”, afirmou Carlos Alberto Pires.

O secretário Daniel Annenberg mencionou que é fundamental a parceria com a iniciativa privada e as universidades. "O poder público sozinho não resolve grande parte das demandas e dos grandes, graves e complexos problemas que temos na cidade de São Paulo”, destacou Annenberg, durante a reunião realizada no escritório da CNI na capital paulista.

“O IEL, como um dos hubs para a inovação em São Paulo, tem como missão funcionar como um facilitador, um articulador da inovação”, completou Eduardo Vaz, gerente executivo do IEL-SP.
 
Por Diego Abreu, de São Paulo
Foto: Divulgação/CNI
Para a Agência CNI de Notícias

Leia mais

Universidades e IEL-SP dialogam sobre a preparação de profissionais para a Indústria 4.0

Núcleo de Inovação do IEL-SP promoverá reuniões itinerantes em parques tecnológicos do estado

IEL-SP orientará e capacitará empresas para acesso a capital em projetos de inovação

IEL-SP realiza rodada de negócios entre grandes compradoras e empresas da cadeia automotiva da Bosch

SISTEMA INDÚSTRIA NAS REDES SOCIAIS

CNI: SlideShare | YouTube | Flickr | Google Plus | Instagram | Facebook | Twitter | SoundCloud | LinkedIn
SESI: Facebook | YouTube | LinkedIn
SENAI: Facebook | Instagram | YouTube | Spotify | Twitter
IEL: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube | Snapchat | LinkedIn

Comentários